A questão do bem-estar animal, principalmente relacionado ao controle da população de cães e gatos em Joinville foi o tema de uma ampla discussão nesta segunda-feira (19), na CVJ (Câmara de Vereadores de Joinville). O debate foi feito durante reunião conjunta entre as comissões de Legislação, Finanças e Urbanismo e faz parte do projeto de Lei Complementar 121/2017 da vereadora Ana Rita Hermes (Pros). Se aprovada, a lei vai proporcionar que a comunidade possa esterilizar seus cães e gatos gratuitamente, por meio da Prefeitura. O projeto também dá prioridade a castração de animais de rua, recolhidos pelos ongs e protetores da causa animal que estejam inscritos em cadastro único da Secretaria de Assistência Social. Para a autora do projeto, a esterilização cirúrgica é um método ético, eficaz, seguro, econômico e definitivo para o controle da população animal. “Para que ela alcance impacto populacional ela deve ser: em massa, incluindo todas as classes sociais com baixo custo ou gratuita”, comentou Ana. O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Jonas de Medeiros, participou do encontro como convidado. Ele informou que o município possui dotação orçamentária de R$ 1,2 milhão por ano e que a aprovação do projeto não geraria novo custo ao município. Segundo Medeiros, o orçamento é suficiente para 6 mil castrações por ano. *Com informações de Jeferson Luis dos Santos, do departamento de Jornalismo da CVJ