Na esfera federal, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já confirmou, até o momento, cinco nomes para os ministérios. Para o Ministério da Economia, Paulo Guedes já era cotado antes mesmo da vitória do pesselista no segundo turno.

Para a Casa Civil, a indicação é do deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e para a Defesa, o titular será o general da reserva Augusto Heleno.

Mais recentemente, Bolsonaro confirmou o nome do astronauta Marcos Pontes para o Ministério de Ciência e Tecnologia, e, por último, o juiz federal Sérgio Moro aceitou na semana passada o convite para ser ministro da Justiça.

Confira o perfil dos cinco indicados:

Paulo Guedes

Foto Ferrnando Frazão/Agência Brasil

Natural do Rio de Janeiro (RJ), é formado em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com mestrado pela Universidade de Chicago. Conhecido no meio acadêmico, já lecionou na PUC-Rio e na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Entre outras atuações, ajudou a fundar o Instituto Millenium, centro de pensamento econômico.

Onyx Lorenzoni

Foto Fernando Frazão/Agência Brasil

Nascido em Porto Alegre, é formado em medicina veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente está em seu quarto mandato como deputado federal, depois de dois mandatos como deputado estadual. Participou de 12 CPIs, entre elas a dos Correios e a da Petrobras. Em 2016, foi relator do projeto que transforma em lei as 10 Medidas contra Corrupção, propostas pelo Ministério Público Federal (MPF).

General Augusto Heleno

Foto Arquivo/Agência Brasil

Nascido em Curitiba, é formado na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Foi o primeiro comandante da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Minustah), de junho de 2004 a setembro de 2005. Entre as missões e cargos que ocupou em sua carreira como militar, também foi comandante militar da Amazônia.

Marcos Pontes

Foto Divulgação/Nasa

Tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB), é natural de Bauru (SP). Primeiro astronauta brasileiro, atingiu o espaço em março de 2006, à bordo de uma nave russa, após anos de treinamento na Nasa. É engenheiro formado pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e mestre em Engenharia de Sistemas pela Naval Postgraduate School, em Monterrey, Califórnia.

Sérgio Moro

Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Natural de Maringá (PR), além de juiz federal, o magistrado é escritor e professor universitário. Formado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá, tem mestrado e doutorado pela Universidade Federal do Paraná. É juiz federal desde 1996, especializado em crimes financeiros. Comandou as investigações da Operação Lava-Jato.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?