A Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira (16), a votação do novo Código Eleitoral (Projeto de Lei Complementar 112/21). Aprovado na forma do substitutivo da relatora, deputada Margarete Coelho (PP-PI), o texto será analisado ainda pelo Senado.

O projeto consolida, em um único texto, toda a legislação eleitoral e temas de resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na principal votação desta quarta-feira (15), o Plenário da Câmara retomou o tema da quarentena, que será exigida de certas categorias para poderem disputar as eleições.

Por 273 votos a 211, os deputados aprovaram emenda exigindo o desligamento de seu cargo, quatro anos antes do pleito, para juízes, membros do Ministério Público, policiais federais, rodoviários federais, policiais civis, guardas municipais, militares e policiais militares.

Como votaram os deputados catarinenses

Angela Amin (PP-SC) - votou Não

Carlos Chiodini (MDB-SC) - votou Não

Carmen Zanotto (Cidadania-SC) - votou Sim

Caroline de Toni (PSL-SC) - votou Não

Celso Maldaner (MDB-SC) - votou Sim

Coronel Armando (PSL-SC) - votou Não

Daniel Freitas (PSL-SC) - votou Não

Darci de Matos (PSD-SC) - abstenção

Fabio Schiochet (PSL-SC) - votou Não

Geovania de Sá (PSDB-SC) - votou Não

Gilson Marques (Novo-SC) - votou Não

Hélio Costa (Republican-SC) - votou Sim

Pedro Uczai (PT-SC) - votou Sim

Ricardo Guidi (PSD-SC) - abstenção

Rodrigo Coelho (PSB-SC) - votou Não

Rogério Peninha (MDB-SC) - votou Sim

5 votos favoráveis

2 abstenções

9 votos contrários