O Comitê de Combate à Covid-19 de Jaraguá do Sul encaminhou nesta segunda-feira (17) uma carta aberta ao governo do Estado, solicitando que seja mantida a possibilidade de personalização das regras de enfrentamento à pandemia pelos municípios.

A microrregião do Vale do Itapocu tem feito um controle eficiente, tomando decisões técnicas que levam em consideração sua própria realidade, mas dentro dos critérios de análise geográfica feita pelo governo do Estado no combate à pandemia, estas cidades integram a região Nordeste, o que também inclui aqueles municípios atendidos pela rede de saúde de Joinville, que vive uma realidade diferente da enfrentada na região.

Na carta, a presidente do Comitê Emanuela Wolff, destaca que a região teve diversos avanços, desde a ampliação de vagas de UTI nos hospitais que atendem à região da Amvali, engajamento da equipe de saúde, até a manutenção parcial de atividades econômicas.

Emanuela também ressalta a pesquisa, envolvendo testagem aleatória da população, está sendo realizada em parceria entre a Prefeitura de Jaraguá, a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul e o Centro Universitário Católica de Santa Catarina, medindo o grau de contágio da pandemia em pacientes assintomáticos e que permitir conhecer a abrangência da pandemia na cidade, e ajudar na elaboração de mais políticas públicas.

Confira a carta na íntegra:

"O Comitê de Combate a Covid-19 em Jaraguá do Sul solicita, por meio desta carta aberta, que seja mantida a possibilidade de personalização das regras de enfrentamento à pandemia pelos municípios. A microrregião do Vale do Itapocu, por exemplo, tem feito um controle eficiente, tomando decisões técnicas que levam em consideração sua própria realidade, seja de estrutura de saúde ou econômica.

Tendo em vista que o Ministério Público estadual, em ação civil pública e que já obteve liminar, determina que o governo estadual volte a liderar as medidas restritivas em cada região de Santa Catarina, há o receio de se perder a pouca capacidade de gestão no combate à pandemia repassada aos municípios – que, por sua vez, tem total compreensão da realidade vivida localmente.

Cabe destacar que os critérios de análise geográfica feita pelo Governo do Estado de Santa Catarina no combate à pandemia do novo coronavírus precisam ser revistos, para que não sejam impostas regras desproporcionais para a nossa região. Desde o início da aplicação das medidas restritivas, também no mês de março de 2020, o Município de Jaraguá do Sul e a microrregião do Vale do
Itapocu integram a região Nordeste, o que inclui também aqueles que são atendidos pela rede de saúde de Joinville, cidade cuja amplitude da pandemia é conhecidamente diferente da vivenciada em Jaraguá do Sul e região.

O Comitê Covid-19, em Jaraguá do Sul, reúne representantes da sociedade civil organizada, do Ministério Público, das Forças de Segurança e dos poderes Executivo e Legislativo do Município, que analisam como a doença tem atingido a cidade, os impactos sanitários e econômicos causados pela pandemia e avaliam quais medidas podem auxiliar a frear o avanço da doença.

Desde então, diversos avanços foram conquistados, desde a ampliação de vagas de UTI nos hospitais que atendem à região da Amvali (sediados em Jaraguá do Sul), engajamento da equipe de saúde, até a manutenção parcial de atividades econômicas, peça fundamental na recuperação do município quando do fim da pandemia, nos cenários social e econômico.

Além disso, desde a última semana, uma pesquisa, envolvendo testagem aleatória da população, está sendo realizada em parceria entre o Município, a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul e o Centro Universitário Católica de Santa Catarina, medindo o grau de contágio da pandemia em pacientes assintomáticos. Isso vai permitir conhecer a abrangência da pandemia na cidade, assim como uma maior assertividade na formulação de políticas públicas.

Por conta disso, este Comitê pede ao Governo do Estado que atente para a situação dos municípios da Amvali, mantendo a gestão local para controle da pandemia na região, possibilitando a personalização de eventuais regras para atender à realidade local. Outra alternativa consistiria em avaliar isoladamente os indicadores de contágio desta microrregião, separando-a, para efeito desta
análise, da região Nordeste, tendo em vista as diferentes realidades vivenciadas nesta região.

Jaraguá do Sul (SC), 17/08/2020.

Emanuela Christian Wolff
Chefe de Gabinete do Município de Jaraguá do Sul
Presidente do COMITÊ EXTRAORDINÁRIO COVID 19"

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul