Com o pedido de exoneração de Leonel Pradi Floriani (PSD) do cargo de secretário executivo da Agência Regional de Desenvolvimento (ADR) de Jaraguá do Sul, a vaga para o comando da pasta vai ficar com o PMDB. A confirmação é do deputado estadual Carlos Chiodini (PMDB). Um servidor da regional deverá responder pela agência durante o período de transição. Nesse ínterim, o PMDB vai se reunir regionalmente para discutir o nome de sucessão. O encontro deve ocorrer nos próximos dias, afirma Chiodini, mas antes haverá conversa com o governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB).
Leonel Floriani pediu exoneração do cargo de secretário executivo da Agência Regional de Desenvolvimento (ADR) de Jaraguá do Sul | Foto Arquivo OCP
O advogado Leonel Floriani diz que a decisão de deixar a ADR teve como principais motivos o anúncio de cortes de comissionados feito por Pinho Moreira – que prejudicaria o andamento dos serviços e o desenvolvimento de projetos da Agência -, aliado ao “acirramento da disputa” entre PMDB e PSD, na Capital. “[Os motivos citados] Criam reflexos regionais e inviabilizam a execução plena dos objetivos da ADR e a minha permanência, apesar do excelente relacionamento que sempre mantivemos com todas as agremiações partidárias”, afirma Floriani. Ele agradece ao ex-governador Raimundo Colombo (PSD) pela confiança e também aos deputados estaduais Vicente Caropreso (PSDB) e Carlos Chiodini pela parceria, além dos prefeitos e equipe de trabalho. https://ocponline.com.br/chiodini-e-novo-lider-da-bancada-do-pmdb-na-assembleia/ https://ocponline.com.br/merisio-rebate-afirmacoes-de-pinho-moreira-sobre-situacao-economica-de-sc/