O Partido Liberal confirmou na noite desta sexta-feira (05), na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis, Jorginho Mello como o candidato ao cargo de governador de Santa Catarina nas eleições de outubro.

Em vídeo, Bolsonaro expressou seu apoio a Jorginho Mello como o seu candidato em Santa Catarina. Jorginho ressaltou que sua maior coligação é com o 22 e fez um manifesto para anunciar o que pretende fazer como governador do Estado. O evento foi bastante concorrido. Mais de 3 mil pessoas marcaram presença na ACM.

“O nosso povo, que tem tanto orgulho de Santa Catarina, hoje está envergonhado. Não do estado, mas de quem governa. A cada instante, somos bombardeados por escândalos, traições, desvios de verba e de caráter. É a demonstração de que o respeito tem sido tirado da nossa gente. E nós, catarinenses de fibra, queremos de volta”, afirmou Jorginho, que terá a delegada da polícia civil de Joinville, filiada também ao Partido Liberal, Marilisa Boehm para o cargo de vice-governadora. O candidato ao Senado será Jorge Seif. Assim, o PL se lança de chapa pura.

“E o que precisamos ter de volta? A saúde da nossa gente, estradas de qualidade, condições dos empreendedores crescerem, a chance para os jovens de poder estudar, mais ofertas de trabalho e, mais do que tudo, que a nossa gente volte a acreditar”, disse.

Em seu discurso, Jorginho se mostrou otimista, mas também preocupado: "Hoje, estamos dando um novo passo em direção a uma nova era. A era de esperança, de inovação e de sustentabilidade. Uma era de cuidado, com as pessoas e com aqueles que se dedicam no crescimento deste estado", disse o candidato. “Foi nessa terra que eu nasci. E é por essa terra que eu venho batalhando todos os dias desde menino. O que eu vejo e escuto nas minhas conversas em todas as regiões, me preocupa demais”, confessou.

“Acredito no nosso poder de superação, na força da nossa gente, na honestidade e no amor ao próximo. Tudo isso nos faz catarinenses, e tudo isso me fez decidir em concorrer ao governo de Santa Catarina. Com o apoio da nossa gente, nenhum desafio é muito grande e nenhum sonho é muito pequeno. Vamos juntos, rumo à vitória! ”, concluiu.

A vice Marilisa Boehm admitiu que só aceitou concorrer ao cargo porque estaria ao lado de Jorginho Mello. “Depois que eu o conheci, percebi que temos algo em comum: que é acreditar nas pessoas. E a nossa gente é a maior riqueza que Santa Catarina tem. E nós sabemos que o povo é que faz o governo, pois se povo está bem, o Estado vai bem”.

Já o candidato ao Senado, Jorge Seif, enfatizou o projeto para recolocar o Estado numa nova era. "É um grande momento para Santa Catarina, onde apresentamos opções para seguir reconstruindo o Brasil e para colocar nosso Estado nos trilhos certos. É uma honra concorrer ao Senado Federal ao lado de Jorginho Mello para o Governo do Estado, que foi eleito por duas vezes o melhor senador da República. Tenho certeza que temos um time que sairá vitorioso nestas eleições".