Circulação dos trens é centro de debate

Foto: Piero Ragazzi/Arquivo OCP Foto: Piero Ragazzi/Arquivo OCP

Política

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:00 - 29/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
A passagem de trens em Jaraguá do Sul é o tema que será discutido em audiência pública hoje, a partir das 19h, na Câmara de Vereadores do município. A intenção, segundo a propositora da audiência, a vereadora Natália Petry (PMDB), não é buscar a determinação por lei do horário em que seria permitida a passagem do trem no município, mas sim, disciplinar os horários. Em média, circulam por dia até oito trens, com 80 vagões, em Jaraguá do Sul. “Num primeiro momento, me baseei na proposta de lei apresentada pelo vereador de Joinville, Odir Nunes (PSDB), que resultou em lei que proíbe a passagem de trens na cidade nos horários de pico”, disse a parlamentar. Porém, Natália relembrou que a empresa Rumo-ALL contestou a proibição na Justiça, sendo que, em decisão mais recente, conseguiu liminar que suspendeu a vigência da lei, permitindo a passagem normalmente. A vereadora esclareceu ainda que entende que a empresa, que é responsável pelo sistema férreo na região, possui um contrato de concessão que precisa ser respeitado e que há procedimentos relativos ao carregamento e descarregamento de carga. “Então a ideia não seria proibir a passagem em determinados horários, mas discutir como podemos disciplinar a passagem do trem, talvez com informação aos munícipes dos horários de passagem”, considera Natália. Além disso, a vereadora acredita que a audiência vai permitir à população a manifestação dos problemas enfrentados por conta da passagem dos trens, como as paradas frequentes e o derramamento de grãos ao longo da linha férrea. “Já fiquei esperando de 25 a 28 minutos por uma parada do trem, e quando isso acontece ninguém sabe o que está acontecendo”, relatou Natália. O encontro também será uma oportunidade para discutir ideias e propostas para o transporte férreo, como a questão da passagem de nível dos trilhos, assunto que a vereadora acredita que será levantado na audiência de hoje. Até o fechamento desta edição, a empresa Rumo ALL não confirmou a presença de representante na audiência desta noite. Em nota, a assessoria de imprensa reforçou a importância do modal ferroviária para o transporte de cargas, citando que o trecho de Jaraguá do Sul é o único acesso da malha ferroviária ao Porto de São Francisco do Sul. “A restrição da circulação de trens prejudica o trânsito de mercadorias, afeta a economia do Estado e do País, além de sobrecarregar o modal rodoviário, já que cada trem com 100 vagões retira mais de 350 caminhões das estradas”, diz a nota. Entre as entidades representativas do município, confirmaram presença no encontro o presidente da Acijs, Giuliano Donini, o presidente da CDL, Marcelo Nasato, equipe da Prefeitura de Jaraguá do Sul e o vereador de Joinville, Odir Nunes.  
×