Palhoça vai ter uma base do país europeu |
Foto | Divulgação
Palhoça vai ter uma base do país europeu | Foto | Divulgação

O prefeito de Palhoça, Camilo Martins, vai se reunir com o embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, e a cônsul Karen F. Schwinden, nesta segunda-feira (11),  para tratar da instalação de um consulado luxemburguês no município. A reunião ocorrerá no gabinete do prefeito, às 10h30min.

O órgão, que vai atender todo o estado, inicia o trabalho na terça-feira (12) no Centro da cidade. As funções do consulado incluem acolher e proteger o luxemburguês em território brasileiro, baseado nas leis do país de origem, além de informar sobre a burocracia necessária para o fornecimento de vistos e cidadanias para entrada no país europeu.

Santa Catarina possui mais de cinco mil descendentes de luxemburgueses e Palhoça foi escolhida para sediar o consulado pela quantidade de famílias e sobrenomes originários de Luxemburgo residindo no município e em cidades que já pertenceram ao território palhocense como Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, Anitápolis, São Bonifácio, Garopaba e Paulo Lopes.

 

Luxemburgo

Luxemburgo, ou Grão-Ducado de Luxemburgo, é um pequeno país com pouco mais de meio milhão de habitantes, situado no continente europeu, entre a Bélgica, França e Alemanha e possui um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) e Produto Interno Bruto (PIB) do mundo.

Quer receber as notícias no WhatsApp?