Diversas cidades catarinenses ainda possuem marcas e sequelas causadas pela passagem do ciclone bomba. Em Blumenau, levantamentos iniciais estimam prejuízos que superam a marca de R$ 6 milhões, envolvendo danos ao patrimônio público e privado. Mais de 120 mil moradores foram afetados pelo vendaval. Por conta da situação, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) declarou situação de emergência no município.

A Defesa Civil registrou 211 ocorrências relacionadas ao vendaval, entre elas 110 quedas de árvores e 62 relatos de destelhamentos. Seis pessoas tiveram que abandonar suas casas, mas não necessitaram de abrigo público. Para auxiliar as famílias que moram nas residências atingidas, o órgão distribuiu mais de 300 kits de lona.

Ainda de acordo com o levantamento, 18 unidades de saúde, 27 escolas e 35 Centros de Educação Infantil (CEIs) da rede municipal sofreram avarias. Além disso, milhares de imóveis ficaram sem energia elétrica e abastecimento de água por mais de um dia.

A decretação do estado de emergência tem como objetivo agilizar o acesso da Prefeitura a recursos federais para ações de resposta e reconstrução das estruturas danificadas.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul