A Central de Orientação sobre Coronavírus (0800-643-8089), disponibilizada gratuitamente pela Prefeitura de Jaraguá do Sul desde o dia 21 de março, recebeu até segunda-feira (13) 823 ligações.

A maioria das chamadas são de pessoas com dúvidas se os seus sintomas são de coronavírus e o que devem fazer e também sobre as regras de isolamento. Outra pergunta frequente é sobre a vacinação contra a gripe e em quais unidades de saúde está disponível.

A coordenadora da central, Denise Thum, explica que atualmente seis servidores da Secretaria de Saúde cumprem, em sistema de escala, as 12 horas de atendimento por dia, das 7h às 19h.

Denise adianta que a partir desta quarta-feira (15), o horário será reduzido para das 7h30 às 18h, devido à baixa de atendimentos feitos antes das 7h30 e depois das 18h. São quatro ramais disponíveis ao mesmo tempo, podendo ser ampliados para oito, dependendo da demanda de ligações.

Qualquer pessoa de Jaraguá do Sul que tenha dúvidas sobre sintomas do coronavírus como regras de isolamento, regras para funcionamento dos estabelecimentos, serviços públicos que estão funcionando, pode ligar para a central.

Os atendentes buscam estar atualizados com as mais recentes informações disponibilizadas pelo município, estado e governo federal. O telefone gratuito é disponibilizado justamente para evitar a aproximação das pessoas (cidadãos-profissionais de saúde) e a proliferação da doença.

O último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul aponta nove casos confirmados de Covid-19. Três pessoas permanecem internadas no hospital, sendo uma na UTI. Seis pessoas já se recuperaram da doença.

Teleconsultas médicas

No caso de suspeita de Covid-19, as pessoas são encaminhadas para uma equipe de médicos do Centro Vida, que fazem uma teleconsulta por meio de videoconferência ou vídeochamada.

“É uma dinâmica que nos permite, de acordo com as impressões que nos são passadas pelos pacientes, separar sintomas mais leves - que são encaminhados para os postos de saúde - dos mais graves - cuja a recomendação é procurar um de nossos hospitais”, explicou o diretor clínico da Secretaria, o médico Rogério Luiz da Silva.

Ele também reforçou que esse serviço também permite que os médicos enviem receitas e atestados via Whatsapp, para quem tiver necessidade.

Monitoramento dos casos suspeitos a cada 48 horas

Além de tirar as dúvidas dos munícipes e encaminhar casos suspeitos às teleconsultas do Centro Vida, a Central de Orientação faz o monitoramento dos casos suspeitos ligando, a cada 48 horas, para as residências para saber do estado de saúde dos pacientes. No caso de piora, o paciente é direcionado para a teleconsulta, em que o médico irá avaliar qual será o encaminhamento.

*Informações da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul