A Justiça condenou a Celesc a indenizar uma família de Camboriú em R$ 21 mil por danos materiais e morais devido a uma queda de energia que durou três horas, em 2016.

Segundo a ação, a falta de luz arruinou a festa de 15 anos da filha, em dezembro daquele ano, que contava com cascata de chocolate, cabine de fotos, equipe de som e fotografia. Por falta de ar condicionado, muitos dos convidados foram embora antes da energia retornar.

O parecer da juíza Alessandra Olivera, da 2ª Vara Cível de Camboriú, considerou que a queda de luz não causou um "descontentamento cotidiano, mas a frustração de um sonho para a debutante".

A Celesc pode recorrer da decisão ao Tribunal de Justiça de SC.