A primeira rodada de encontros da classe empresarial de Jaraguá do Sul, na segunda-feira (5) contou com as presenças dos candidatos ao Governo do Estado Odair Tramontin (Novo) e Gean Loureiro (UB).

A iniciativa reuniu as diretorias da Acijs, CDL, Apevi e Sindicatos Patronais, além da Fiesc, no formato de sabatinas de uma hora em que os dois candidatos responderam questões específicas relacionadas a pleitos do setor produtivo.

Acompanhando os candidatos a governador, também os candidatos ao Senado Luiz Barboza Neto (Novo), e o suplente Ivandro de Souza (UB), apresentaram suas candidaturas nas eleições de outubro.

No encontro, mediado pelo vice-presidente de Articulação Institucional da Acijs, Daniel Marteleto Godinho, cada candidato teve um tempo em que discorreram sobre cada um dos pleitos elencados pelas entidades – Infraestrutura, Saúde, Educação, Segurança Pública e Desenvolvimento Econômico. No final, assinaram um termo de compromisso em relação aos pleitos apresentados pelas entidades.

Confira os comentários dos candidatos sobre os pontos apresentados pelas entidades empresariais:

Foto: Caroline Stinghen/Acijs/Divulgação

Odair Tramontin

Infraestrutura

Aceleração e conclusão das obras de duplicação da BR-280, com foco no trecho Corupá BR-101 / Obras de melhorias na SC-108, entre Guaramirim e Massaranduba

“O Plano 1000, desde que as condições financeiras do estado se mantenham, será mantido”.

“A infraestrutura é 'o grande calo' do momento, hoje a velocidade média de um caminhão na BR-280 para chegar a um dos portos da região é de 25,30 km/hora, uma evidência clara de colapso, de que voltamos à era das carroças”.

“No trecho estadual da BR-280 o compromisso será mantido, mas no trecho federal o pleito será tratado com o governo federal”.

“Se o estado não tem condições, a concessão da rodovia para a iniciativa privada é a solução”.

Saúde

Credenciamento da Ala Cardiológica do Hospital São José junto ao SUS / Manutenção da atual Política Hospitalar Catarinense

“A Política Hospitalar Catarinense foi um avanço muito grande do governo porque torna a administração de recursos por critérios objetivos claros, mas precisa ser ampliada”.

“Os hospitais filantrópicos têm capacidade de atendimento e um elo com a comunidade, a solução passa por aí”.

“O credenciamento de hospitais envolve detalhes técnicos que o governo vai precisar resolver”.

Segurança

Aumento do efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil / Investimentos em tecnologia

“É preciso usar a tecnologia para evoluir o policiamento ostensivo, mas também mudar a legislação penal no Brasil”.

Educação

Ampliação da oferta de cursos técnicos e profissionalizantes na região do Vale do Itapocu

“A educação hoje é um componente da infraestrutura, estamos devendo muito na entrega de jovens ao mercado de trabalho”.

“Temos um universo de desempregados e um elevado número de vagas em aberto”.

“O ensino médio é responsabilidade do estado, mas pode ser utilizado o contraturno e estruturadas já existentes no Sistema S e fazendo a oferta de cursos com vagas de acordo com a matriz econômica de cada região. É uma forma do governo cumprir seu papel social na formação de jovens e entregar mão de obra qualificada ao mercado de trabalho”.

Desenvolvimento Econômico

Inclusão do comércio no Prodec, favorecendo o segmento com incentivos para a geração de mais empregos e aumento da competitividade

“Quando o Estado não atrapalha já é um grande vetor do desenvolvimento econômico”. “Com desburocratização e a simplificação, tornar menos hostil o ambiente para os negócios”.

“Municipalizar as autorizações ambientais, estimular o consórcio de municípios, é importante ter a visão da simplificação”.

Foto: Caroline Stinghen/Acijs/Divulgação

Gean Loureiro

Infraestrutura

Aceleração e conclusão das obras de duplicação da BR-280, com foco no trecho Corupá-BR-101 / Obras de melhorias na SC-108, entre Guaramirim e Massaranduba

“A infraestrutura está focada em 4 obras fundamentais do sistema viário no entorno de Jaraguá: a BR-280, as SCs 108 e 110, e o Contorno Oeste”.

“A BR-280 tem necessidade de acelerar a duplicação da parte estadual, onde as obras de arte precisam ser executadas, na parte federal o compromisso de buscar celeridade”.

“O estado pode fazer mais, com boa metodologia nos editais e fiscalização no processo licitatório”.

Saúde

Credenciamento da Ala Cardiológica do Hospital São José junto ao SUS / Manutenção da atual Política Hospitalar Catarinense

"Vou trabalhar diretamente no Ministério da Saúde para as habilitações dos hospitais de Santa Catarina".

"A política Hospitalar Catarinense veio em boa hora, faz uma destinação de recursos e garante novos convênios para serviços, vocacionando os hospitais em todas as regiões".

Segurança

Aumento do efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil / Investimentos em tecnologia

"Se continuar com o atual modelo, Jaraguá vai ter menos policiais nos próximos anos. A previsão de aposentadorias é maior do que o que o governo pode chamar em novos efetivos".

"É preciso mudar o formato, permitindo novas contratações em regime temporário, ampliando a capacidade dos cursos de formação e mudando a política de efetivos".

"Sem policiamento ostensivo não se garante resultados e não há sensação de segurança na população, os índices de criminalidade diminui, mas sem policiais nas ruas a sensação de segurança vai piorando".

"É preciso combinar uma política de efetivo, com o uso de tecnologia para mudar a realidade. O compromisso é ter critérios técnicos na segurança pública".

Educação

Ampliação da oferta de cursos técnicos e profissionalizantes na região do Vale do Itapocu

"Vamos trabalhar em três frentes: cursos de qualificação, cursos de pequena duração em parceria com as universidades, e um novo modelo de ensino médio. A qualificação da mão de obra garante oportunidade de trabalho, as empresas vivem um apagão porque há ofertas de vagas, mas falta mão de obra".

"O governo precisa fazer um diagnóstico regional que garanta cursos relacionados ao que o mercado necessita".

"Vamos vocacionar a escolas de ensino médio, em período integral com ensino de inglês e português, letramento digital e Libras, junto com o curso regular definido pelo MEC, mas com escolas direcionadas para as vocações regionais".

Desenvolvimento Econômico

Inclusão do comércio no Prodec, favorecendo o segmento com incentivos para a geração de mais empregos e aumento da competitividade

"O Prodec é um programa de sucesso, mas atende a indústria. Nossa avaliação não é de ampliação deste programa, mas de criação de um novo modelo com características próprias para o comércio".

"Estamos estudando esse novo projeto, que é um estímulo para a geração de empregos, mais arrecadação e faz a empresa crescer com segurança".

*Informações: Assessoria de Comunicação da Acijs