Qualquer voto realizado durante a sessão conta presença automática | Foto Édio Hélio Ramos/CMF/Divulgação
Qualquer voto realizado durante a sessão conta presença automática | Foto Édio Hélio Ramos/CMF/Divulgação

A retomada dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Florianópolis fecha o mês de fevereiro com alto percentual de presença dos parlamentares em plenário. As Sessões Ordinárias do mês tiveram uma média de 95% de comparecimento, quase sempre com ao menos 22 dos 23 vereadores presentes.

O resultado vem após uma série de mudanças no sistema de frequência, para modernizar e também dar maior transparência.

Agora, a presença é contabilizada assim que o vereador abre o sistema de votação com sua senha individual. E qualquer voto realizado na ordem do dia também conta presença automática, caso ele ainda não tenha registrado. “O sistema de registro da Câmara era desatualizado e nós readequamos o software para que esse registro fique disponível durante toda a sessão. Com isso, foi possível sanar qualquer problema de presenças em plenário contadas como faltas,” afirma o presidente da CMF, Roberto Katumi (PSD).

Houve também um endurecimento nas regras para a apresentação de justificativas pelos vereadores que estiverem ausentes das sessões ordinárias por conta de compromissos externos ou particulares. As mesmas devem ser apresentadas por escrito até 24h após a ausência ou com antecedência. Não são mais aceitas justificativas verbais de plenário, como em anos anteriores.

Em fevereiro, não ocorreu nenhuma falta injustificada por parte dos parlamentares. Os 5% registrados de ausências foram justificados pelos vereadores já dentro das novas regras, devido a agendas externas no período da sessão.

Quer receber as notícias no WhatsApp?