Parecer favorável da procuradoria foi lido pelo presidente  Roberto Katumi (D) | Foto Édio Hélio Ramos/CMF
Parecer favorável da procuradoria foi lido pelo presidente Roberto Katumi (D) | Foto Édio Hélio Ramos/CMF

A Câmara de Vereadores de Florianópolis definiu na sessão desta terça-feira (12) a composição da CPI dos Transportes, que havia sido instituída na segunda-feira (11).

Os vereadores que participarão dos trabalhos são: Renato Geske (PR), Claudinei Marques (PRB), Guilherme Pereira (MDB), Lino Peres (PT) e Afrânio Boppré (PSOL).

Além do aumento da tarifa, será investigado o processo de licitação para a concessão do serviço de transporte e a falta de utilização dos terminais da Região Continental e do Saco dos Limões após sua construção. A investigação será a partir do ano de 2002, quando foi implementado o TICEN (Terminal de Integração do Centro).

Israel Rocha (E), do Movimento Acredito em SC conseguiu 6 mil assinaturas para abertura da CPI | Foto Édio Hélio Ramos/CMF

 

Israel Rocha, do Movimento Acredito em Santa Catarina, que conseguiu 6 mil assinaturas para abertura da CPI, solicitou apoio dos vereadores para que essa investigação tenha resultado.

“Precisamos de um transporte coletivo de qualidade em Florianópolis, estamos cobrando da Prefeitura uma resposta desde a última gestão, porém a passagem só aumenta, e a população quer respeito” - afirma.

A CPI tem prazo de 90 dias para os trabalhos, prorrogáveis por mais 90 dias se os membros necessitarem de mais tempo para a investigação.

CPE das quedas de luz também avança

A Câmara definiu também como será a composição da Comissão Parlamentar Especial (CPE) que irá apurar as constantes quedas de energia e o aumento desproporcional na conta de luz de alguns consumidores da Celesc.

Gabriel Meurer (PSB), Dalmo Menezes (PSD), Tiago Silva (MDB), Jeferson Backer (PSDB) e Pedro Silvestre foram escolhidos para os trabalhos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?