Embora ainda sejam milhares e tenham um enorme potencial decisivo, podendo até mesmo alterar o resultado das eleições, o número de abstenções e de votos em branco e nulo caíram na microrregião de Jaraguá do Sul nas eleições deste ano em comparação com o pleito anterior, de 2014.

É o que mostra o levantamento feito pelo OCP, com base nos dados do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC). Nas eleições de 2014, o número de eleitores da região era de 172.985 votantes, sendo que 25.329 deles (14,64%) não compareceram às urnas naquele ano.

Já em 2018, o eleitorado da região passou para 176.120 aptos a votar, dos quais 20.162 (11,45%) faltaram ao primeiro turno das eleições, no último domingo (7).

Brancos e nulos

Em relação ao total de votos brancos e nulos, neste ano o percentual geral foi de 17,15%, enquanto que em 2014 o índice foi de 35%. Somando todos os votos dados por cada eleitor, em 2014 foram 738.280 sufrágios apurados, dos quais 259.512 foram votos inválidos, ou seja, brancos ou nulos.

Neste ano, o total de votos foi maior, já que cada eleitor teve ao todo seis votos – um a mais de senador -, totalizando 936.090 sufrágios na microrregião, sendo que o número de votos em branco e nulos foi de 160.612.

Na eleição majoritária, os votos em branco e nulos diminuíram para todos os cargos em disputa - presidente, governador e senador – em comparação com 2014. Já na eleição proporcional, a disputa para deputado estadual teve mais votos inválidos neste ano do que em 2014.

O percentual de brancos e nulos é calculado em relação ao total de votos apurados para cada cargo. Na disputa à presidência e ao governo do Estado, o total de votos apurados em 2018 foi de 156.015 sufrágios para cada cargo, enquanto que para os mesmos cargos o número de votos apurados em 2014 foi de 147.656.

Já em relação ao Senado, em 2014 o eleitor votou em apenas um candidato para a Casa, somando 147.656 votos naquelas eleições. Já neste ano, os eleitores escolheram dois candidatos ao Senado, totalizando 312.030 votos apurados.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?