Bolsonaro libera candidatos a usar sua imagem e crítica ação de Jorginho Mello

Foto: Walter Campanato/Agência Brasil

Por: Pedro Leal

26/08/2022 - 14:08 - Atualizada em: 26/08/2022 - 14:49

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), criticou a ação do senador Jorginho Mello também do PL, vetando a chapa de Gean Loureiro (UB) de usar a sua imagem em campanha.

A crítica foi feita em entrevista ao Programa Pânico na Jovem Pan.

A ação foi movida por conta de alguns candidatos do PSD e da União Brasil que estavam usando a imagem de Bolsonaro nas redes sociais.

Bolsonaro não citou diretamente o nome de Jorginho, mas a ação a qual se referiu é a do catarinense e outra de Rondônia do senador, Marcos Rogério.

“É a mesma coisa aproveitar aqui, teve um estado aí que um candidato do nosso partido entrou na justiça pra que outros candidatos, deputado federal estadual, não pudessem usar no santinho a minha cara ao lado do cara do PTB, do PP, não sei o quê, do PR, e o cara tá vendo o quê, o lado dele apenas. E eu fui pra cima, autorizamos todo mundo que quiser usar o meu nome, a minha fotografia, até na televisão a minha cara do lado, pra mim é muito bem-vindo, eu fico feliz com isso, eu preciso né?! Se eu quiser me eleger é 50% mais um (sic)”, afirmou.

Vale destacar que a ação automaticamente proibiria as demais coligações, de fazerem o uso da imagem do presidente.