O Legislativo de Jaraguá do Sul aprovou, em sessão nesta quinta-feira (7), um requerimento das vereadoras Nina Santin Camello (PP) e Sirley Schappo (Novo) que solicita a realização de uma audiência pública para discutir a situação dos alunos com transtornos e com deficiências na Rede Pública de Ensino. O tema do evento, escolhido por elas, será “Educação Especial: realidades e possibilidades do trabalho pedagógico com os alunos com deficiência no ensino regular”.

A intenção das autoras da proposta é de realizar a audiência ainda neste mês de abril, já que no dia 2 foi celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo e este é o mês Abril Azul, que procura dar mais visibilidade ao tema do Transtorno do Espectro Autista.

As parlamentares pretendem convidar para o debate representantes de órgãos e entidades como Secretaria Municipal de Educação, Gerência Regional de Educação (Gered), Associação dos Amigos do Autista (AMA), Apae, Up Down, Conselho Municipal de Educação, Promotoria de Justiça e Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Alesc. Além deles, também poderão participar da discussão pais de alunos com deficiência e representantes de escolas privadas.

A vereadora Sirley afirma que durante a audiência serão discutidas várias questões já abordadas no plenário do Legislativo, como a disponibilização de profissionais de apoio escolar, realização de questionário M-Chat, atendimento em CMEIs, disponibilidade de cadeira de rodas para deficientes e alunos com dificuldades de mobilidade e presença de segundo professor em sala de aula, que já foi, inclusive, tema de indicação de uma vereadora mirim em 2018. Sirley alerta que quase duas mil famílias só na rede pública, sem contar a privada, estão interessadas nos assuntos que serão debatidos.

“A impressão que a gente tem é essa de que o número (de crianças com deficiência) vem aumentando. Eu já ouvi relatos de que o número de autistas sempre foi alto, mas hoje há a possibilidade do diagnóstico de forma mais precisa, então muitas pessoas que são autistas, que convivem conosco no dia-a-dia, que passaram por uma infância difícil porque não tinham esse diagnóstico, hoje já não acontece isso porque o diagnóstico é mais fácil de conseguir. Infelizmente não para todos ainda”, advertiu Sirley.

O requerimento foi aprovado pela unanimidade dos vereadores. A audiência deve ocorrer no plenário Victor Bauer da Câmara Municipal, no bairro Rau (anexo à Católica), mas a data e o horário para a sua realização ainda serão definidos pela Mesa Diretora da Câmara e devem ser divulgados em breve.

Fonte: Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul.