Foto Fábio Queiroz/Agência AL
Foto Fábio Queiroz/Agência AL

A TV da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (TVAL) vai premiar e exibir em sua programação séries e filmes no formato de documentário, que retratem aspectos históricos e culturais de Santa Catarina. A iniciativa marca os 20 anos de fundação da TVAL. O objetivo é diversificar a programação da emissora e valorizar a produção audiovisual catarinense.

Conforme o Edital 1/2019, serão selecionadas 30 produções, em dois lotes. As obras deverão ser do gênero documentário, com narrativas que abordem temas ligados à realidade histórica e cultural do estado.

No primeiro lote, estão previstos cinco séries e dez filmes já finalizados, com licença de uso de 24 meses. No segundo lote, serão mais cinco séries e dez filmes que deverão ser produzidos entre a data da assinatura do contrato com a Assembleia e dezembro de 2020, também com licença de uso de 24 meses.

As séries selecionadas receberão premiação de R$ 25 mil cada, enquanto os filmes serão premiados com R$ 8 mil cada. Ao todo, a Alesc vai investir R$ 410 mil no fomento do setor audiovisual catarinense.

Inscrições

Os interessados em participar da seleção devem acessar o Portal Alesc para baixar o edital do concurso (é necessário fazer um cadastro no próprio site). As inscrições vão até 27 de junho. Os envelopes com as propostas serão abertos no dia 28 de junho.

A seleção das obras premiadas ocorrerá em duas fases. Na primeira, a de habilitação, a Comissão Permanente de Licitações da Alesc verificará se os inscritos obedeceram aos critérios estabelecidos no edital, bem como se a documentação exigida foi apresentada. As inscrições que não atenderem a esses requisitos serão recusadas.

Na segunda fase, a de classificação, as obras habilitadas serão avaliadas por uma comissão especial, formada pela coordenação da TVAL e dois representantes externos que atuam na área, selecionados pela Diretoria de Comunicação da Alesc.

Conforme o cronograma, todo o processo de seleção e a divulgação do resultado final do concurso serão concluídos em julho.

Quem pode participar

Poderão se inscrever na seleção produtoras independentes de audiovisual, domiciliadas ou estabelecidas em Santa Catarina no mínimo há dois anos, que apresentem situação de seu registro no Sistema Ancine Digital como deferido e com classificação de agente econômico brasileiro independente, pertencentes ou não a grupos econômicos; detentoras dos direitos patrimoniais sobre a obra.

Os inscritos deverão entregar a documentação exigida no edital pessoalmente, na Coordenadoria de Licitações da Alesc, ou via Correios, endereçada para o setor de Protocolo do Palácio Barriga Verde (Rua Dr. Jorge Luz Fontes, 310, Centro, Florianópolis).

*Com informações da Agência AL

Quer receber as notícias no WhatsApp?