Foi aprovado na quarta-feira (15) na Assembleia Legislativa projeto de lei apresentado pelo deputado Fernando Krelling (MDB), que reconhece a prática de atividade física e exercícios físicos como essenciais à saúde da população, o que reforça o retorno das atividades de academia.

O projeto passou nas comissões técnicas e também em plenário.

Agora, para que seja estabelecida a reabertura dos estabelecimentos, depende do aval do executivo, já que o governador Carlos Moisés precisa sancionar a lei.

O segmento conta com cerca de 25 mil trabalhadores em Santa Catarina, e antes mesmo da votação da matéria, em audiência da Comissão de Defesa Civil, o secretário da Saúde, Helton Zeferino, deu alento de uma flexibilização para o retorno das atividades e admitindo que, junto com representantes de academias, tem sensibilizado o governo importância da atividade e do exercício físico na vida saudável das pessoas.

“Há uma proposta em análise e em breve teremos uma posição”.

O deputado apresentou o projeto que classifica a atividade física como atividade essencial no final de março. A tramitação pelas comissões de Constituição e Justiça e de Finanças foi acelerada.

O texto recebeu um substitutivo global, mas a essência da proposta foi mantida.

“As academias são muito importantes para o bem-estar das pessoas, por serem locais adequados à prática orientada de atividades e exercícios físicos”, justifica Krelling.

“Há plena conscientização de que todos os cuidados com as medidas sanitárias e de higiene e o com distanciamentos de usuários se fazem necessários para evitar a propagação do Covid-19”, assegura o parlamentar.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul