A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira (20), mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal em vários estados brasileiros, inclusive em Santa Catarina.

"O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes", informou a PF.

Joinville

Dos mandados, que foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, seis estão sendo cumpridos em Santa Catarina. Ainda, no Distrito Federal (1), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Mato Grosso (1), Ceará (1) e Paraná (1). Um deputado federal é um dos alvos.

Um dos mandados foi cumprido em Joinville, na casa de Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como “Zé Trovão”.

Zé Trovão vinha apoiando uma paralisação nacional para o dia 7 de setembro nas redes sociais. Ele publicou um vídeo falando sobre a presença da Polícia Federal na casa dele:

Outro mandado foi cumprido em Joinville na residência de Turíbio Torres, que também vem defendendo os atos programados para o feriado.

Em São Francisco do Sul, um mandado foi cumprido na casa de Juliano Martins, que também se posiciona nas redes sociais contra o STF.

Os procedimentos de busca e apreensão servem para coletar documentos, celular e outros dispositivos eletrônicos que estejam relacionados ao inquérito presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp