Numa eleição marcada pelas posições extremistas e fake news, Santa Catarina surpreende nas urnas e acaba favorecendo o desconhecido candidato Comandante Moisés, do PSL.

Beneficiado pela “onda 17”, que deu a Jair Bolsonaro a maioria dos votos para presidente da República, Comandante Moisés vai disputar o segundo turno contra Gelson Merísio (PSD).

Merísio conquistou 31,12% dos votos, enquanto o candidato do PSL ficou com 29,72%. Ambos são apoiadores de Jair Messias Bolsonaro (PSL), que levou 46,21% dos votos do país e disputará a presidência do Brasil no segundo turno contra Fernando Haddad, do PT, que alcançou 28,957%.

Santa Catarina vive um momento histórico, já que o MDB - partido com maior número de filiados e prefeitos no Estado - não avançou ao segundo turno. O candidato a governador Mauro Mariani conquistou 23,21% dos votos.

O resultado contradiz a última pesquisa do Ibope, que apontou empate técnico triplo na liderança de Santa Catarina entre o deputado federal Mauro Mariani (MDB), o deputado estadual Gelson Merísio (PSD) e o deputado federal Décio Lima (PT) (que chegou a 12,78% dos votos, ficando em 4º lugar). Nesta pesquisa, o Comandante Moisés aparecia com 9% das intenções de voto.

Experiência X renovação

Após o resultado do primeiro turno, Gelson Merísio (PSD) destacou que pretende realizar um debate profundo sobre Santa Catarina, e que o preparo e a experiência do futuro governante fará diferença para o futuro do Estado.

“Não vamos buscar alianças com partidos, vamos buscar alianças com eleitores que votaram para candidatos diferentes de nós no segundo turno. Temos um tempo curto para mostrar nossa proposta”, enfatizou.

Carlos Moisés da Silva, o Comandante Moisés (PSL), agradeceu a votação e afirmou que a sua aliança continuará sendo com as pessoas, com aqueles que confiaram na mudança, na renovação da política catarinense.

“Naturalmente, receberemos o apoio do nosso grande candidato Jair Bolsonaro e, mesmo contra tudo e contra todos nós poderemos ter a vitória no segundo turno”, ressaltou.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?