Alesc sedia 6º Congresso Catarinense de Aleitamento Materno

Dibulgação/Alesc

Por: Pedro Leal

20/10/2023 - 13:10 - Atualizada em: 20/10/2023 - 13:45

Na próxima terça (24) e quarta-feira (25), o Parlamento catarinense será o fórum de debates da sexta edição do Congresso Catarinense de Aleitamento Materno. A atividade, que tem entrada gatuita, ocorrerá no auditório Antonieta de Barros, das 8h às 18h, em Florianópolis.

A importância do aleitamento materno e a adoção de políticas públicas voltadas para a promoção da amamentação, serão temas de debate, entre outras pautas, com a participação de especialistas conceituados na área da saúde em nível estadual, nacional e internacional.

Proponente e apoiador do VI Congresso Catarinense de Aleitamento Materno, o deputado Fernando Krelling (MDB) destacou que o Parlamento catarinense tem responsabilidade em falar sobre saúde e vidas.

Vínculo mãe e bebê

“Hoje em Santa Catarina enfrentamos dificuldades com crianças prematuras e de baixo peso, tornando difícil para as mães alimentá-las e amamentá-las. Por isso, a importância deste evento para promover a conscientização e discutir esse tema, incentivando, inclusive, as mães que têm condições a doarem seu leite materno para estas crianças”, observou o deputado.

Ele observa que o evento trará profissionais que são referência nesta temática. “Os participantes vão desde mães e enfermeiras que trabalham na área, para que possam se capacitar e promover cada vez mais a doação e a amamentação”, afirmou, convidando a todas as mães e pessoas interessadas em participar do evento, nos dias 24 e 25.

Primeira vacina

O leite humano é a primeira vacina da criança. Assim define o idealizador do evento e presidente da Associação Brasileira de Amamentação, o pediatra Cecim El Achkar, a respeito da importância do aleitamento materno na prevenção contra uma série de doenças infecciosas e crônico-degenerativas.

“Além de ser a primeira vacina da criança, o ato de amamentar desenvolve um vínculo afetivo único entre mãe e bebê, provendo ainda a nutrição”, citou o pediatra.

Presente para o bebê

A enfermeira Soninha Silva, especialista em amamentação e incentivadora do Congresso, ressalta que o aleitamento materno é um presente que não tem preço e que traz inúmeros benefícios ao bebê. “No entanto, não é um ato simples e muito menos fácil. Requer aprendizado e ajuda de um profissional capacitado, pois problemas com a amamentação demandam soluções imediatas. Quanto mais precocemente se intervém melhor o resultado”, alerta a profissional.

Números que impressionam

Números alertam para o fato de que mais de 80% das mulheres tenham ou já tiveram algum tipo de dificuldade ao amamentar. Os dados são da Secretaria de Saúde do Estado.

Nos últimos anos, as mulheres cada vez mais têm buscado assistência profissional especializada, na gestação ou quando se deparam com algum problema durante o processo de amamentação.

Desta forma, a capacitação profissional em amamentação cresce a cada dia. Os benefícios da amamentação são conhecidos e amplamente divulgados, mas ainda há desafios. As dificuldades, em sua maioria, estão relacionadas a informações inadequadas e uma técnica incorreta da amamentação.

A programação do Congresso contará com palestras e mesas-redondas, seguidas de debates. O evento conta com o apoio da Escola do Legislativo.

Interessados devem se inscrever pelo link: http://escola.alesc.sc.gov.br/evento ou ainda pelo telefone (48) 3221-2952.