Oito federações do meio rural de Santa Catarina, incluindo representantes dos trabalhadores, assumiram posição sobre as eleições do próximo domingo, emitindo nesta quarta-feira o "manifesto do Agro Catarinense".

O documento não cita nominalmente qual candidato apoia, mas defende a condução atual da economia e manifesta preocupação com "propostas destoantes do sistema atual", deixando claro o apoio ao candidato à reeleição Jair Bolsonaro

Confirma a íntegra:

“Diante do momento político atual do país, onde as divergências de opiniões se afloram, muitas vezes de forma exacerbadas e com propostas inconsistentes, distorcendo a realidade dos fatos, com promessas inexequíveis de viabilização:

Considerando, que o agro brasileiro está sendo acusado de setor tóxico e fascista, mesmo sendo quem tem garantido a segurança alimentar, inclusive dos críticos;

Considerando, que esse setor é criador de empregos, e garantidor de renda no campo e nas cidades;

Considerando, que o setor não parou, apesar da pandemia, gerando divisas internacionais;

As entidades do Agro, abaixo subscritas, vem manifestar a preocupação com o futuro do país, caso as propostas destoantes ao sistema atual venham ser implementadas.

O agro considera que o sistema econômico atual está sendo bem conduzido, tendo recuperado o país, muito mais do que os países mais desenvolvidos do mundo.

Dessa forma concita aos homens e mulheres de bem, do campo e das cidades, para que avaliem com critério seu voto nas próximas eleições. Sem paixão partidária e sem ideologias falidas, para o bem do povo brasileiro.

Entendemos que mudanças radicais, promessas fantasiosas, acusações infundadas e propostas sem viabilidade econômico-financeira, não contribuem para o desenvolvimento econômico e social de pais que está em franco desenvolvimento.

Destaque-se que o Agro nunca parou e não quer parar, mas para isso precisa ter governantes responsáveis, honestos e sem manchas negativas, para que possamos ter segurança jurídica nas questões que envolvem o campo e para que possamos continuar garantindo o alimento ao

povo brasileiro e grande parte da população mundial.

Invocamos aos brasileiros e brasileiras, para que não deixem de votar em 30 de outubro.

Escolha projetos consistentes e viáveis, que garantam a continuidade do progresso atual.

Florianópolis, outubro de 2022.

FAESC-FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PEUCUÁRIA DE SC

FETAESC-FEDERAÇÃO DOS TRABALHADOSRES NA AGRICULTURA DE SC

OCESC-ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS DO ESTADO DE SC

FECOAGRO-FEDERAÇÃO DAS COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS DO ESTADO DE SC

FECOERUSC-FEDERAÇÃO DAS COOPERATIVAS DE ENERGIA DO ESTADO DE SC

SINDICARNE-SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CARNES E DERIVADOS DO ESTADO DE SC

ACAV-ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE AVICULTURA

SINDILEITE-SINDICATO DAS INDUSTRIAS DE LEITE DO ESTADO DE SC”