O advogado joinvilense, Wilson Pereira Junior, 44 anos, conhecido como "Tiji", é um dos 12 candidatos para concorrer à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) pelo Quinto Constitucional.

É a primeira vez na história que entre os 12 candidatos, está presente um advogado do Norte de Santa Catarina, ocasionalmente, caso seja selecionado, será o primeiro desembargador que atua fora de Florianópolis.

Ordem dos Advogados do Brasil. Foto: OAB.

No dia 21 de junho serão escolhidos seis advogados por meio de votação feita pelos advogados de Santa Catarina, é a primeira vez que a escolha será realizada desta forma. Para votar, os advogados devem estar com a anuidade da OAB em dia. Só serão aceitos os votos com uso da certificação digital.

Em forma de lista sêxtupla, os seis nomes mais votados são enviados ao TJ-SC, que escolhe três entre os seis nomes, e envia ao governador de Santa Catarina, que vai decidir quem será o próximo desembargador formado pelo Quinto.

Nesta quarta-feira (2) Tiji esteve em meios de comunicação e escritórios de advocacia de Jaraguá do Sul e cidades vizinhas para se apresentar como candidato ao TJ-SC.

Sabatina pública

No último sábado (29) foi transmitida ao público a sabatina para seleção dos 12 candidatos, do total de 22 concorrentes, sendo Tiji um escolhidos. Os advogados tinham cinco minutos para se apresentarem e depois, aleatoriamente, recebiam um tema de redação para falarem por 15 minutos.

"Estávamos fechados dentro de uma sala, incomunicáveis, podíamos sair somente para irmos ao banheiro ou comer. Treinei a semana inteira para o momento de me apresentar, mas 10 minutos antes me deu branco. Pensei 'vou falar quem eu sou, pai da Isabel, casado, sem falar bonito, apenas mostrar que sou um advogado que quer resolver os processos da forma que os juízes querem ouvir", contou Tiji.

 

A Comissão Eleitoral foi presidida pelo conselheiro federal Fábio Jeremias de Souza, e composta pelos conselheiros estaduais Fábio Jablonski Philippi, Rafael Niebuhr Maia e Fernanda Sell de Souto Goulart. E pelos presidentes das Subseções de Joinville, Concórdia e Lages, Maria de Lourdes Bello Zimath, Mirian Gerhardt Dallegrave e Rodrigo Goetten.

Confira a lista dos selecionados e que concorrem à vaga do TJ-SC:

  • Wilson Pereira Júnior – OAB/SC 15947 – Joinville
  • Diogo Nicolau Pítsica – OAB/SC 13950 – Capital
  • Carlos Werner Salvalaggio – OAB/SC 9007 – Criciúma
  • Patricia Uliano Effting – OAB/SC 13344 – Tubarão
  • Tammy Fortunato – OAB/SC 17987 – São José
  • Jandrei Aldebrand – OAB/SC 14980 – Chapecó
  • Romualdo Paulo Marchinhacki – OAB/SC 9430 – Blumenau
  • Angelito José Barbieri – OAB/SC 4026 – Blumenau
  • Marivaldo Bittencourt Pires Júnior – OAB/SC 18096 – Tubarão
  • Vinícius Marcelo Borges – OAB/SC 11722 – Capital
  • Eduardo Cavalca Andrade – OAB/SC 12714 – Lages
  • Cleide Regina Furlani Pompermaier – OAB/SC 15743 – Blumenau

Sobre o Tiji

Natural de Joinville, Tiji diz que é apaixonado pelo município e por Santa Catarina, " e pela pujança do povo, a força de vontade das pessoas. Eu brinco que se plantar uma semente no concreto, é capaz dela nascer, caso plantada aqui [em Santa Catarina]", nas palavras dele.

Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Vindo de uma família de advogados, Tiji conta que desde cedo sonhava em atuar na advocacia, antes mesmo dele nascer, seu pai, Wilson Pereira, já era advogado.