Com 100% das urnas apuradas, o empresário Adriano Silva (Novo) foi eleito prefeito de Joinville.

O candidato é o único do partido Novo a conquistar o cargo em uma prefeitura dentre os 5.570 municípios do País, surpreendendo em sua primeira investida eleitoral.

O candidato conquistou no segundo turno 145.269 votos (55,43%) dos votos válidos, contra 116.793 votos (44,57% ) do seu oponente, o deputado federal Darci de Matos (PSD).

Silva teve pouco mais de 60 mil votos no primeiro turno, com um discurso focado em mudança contra a "velha política". Enquanto seu partido foi sendo derrotado no resto do país, em Joinville despontou surpreendentemente, passando do quarto colocado ao primeiro.

Ao passar para o segundo turno, se disse impressionado. “Estamos muito impressionados como Joinville reagiu à mudança e está vindo junto. Isso demonstra que o projeto do partido Novo, o projeto da mudança, foi muito bem recebido na cidade”, declarou.

A disputa eleitoral foi marcada por críticas a sua falta de experiência na política, rebatida com apontamentos sobre sua carreira na iniciativa privada.

Entre sua plataforma, está um amplo programa de parcerias público privadas (PPPs) e privatizações, com foco na meritocracia, desburocratização e desoneração dos cofres públicos.

Quem é Adriano

Adriano Bornschein Silva tem 42 anos e é formado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Foi diretor comercial e de marketing da empresa Catarinense Pharma, que pertence a sua família, e há seis anos é presidente da instituição.

Também preside a Força Empresarial para Emergências (FEE). Há mais de 15 anos, é voluntário e faz plantão de socorrista no Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville.

A vice-prefeita de Adriano é Rejane Gambin, do mesmo partido. Formada em jornalismo, trabalhou como repórter, apresentadora, editora-chefe e professora.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul