Em tempo de ódio e de uma descrença quase generalizada com os políticos, as redes sociais viraram território para todo tipo de acusação – seja verdadeira ou não – e para linchamento público. Acontece que assim como a vida real, a virtual tem suas regras. Na quinta-feira, Natália Petry (PMDB) fez um boletim de ocorrência contra duas pessoas que a acusaram no Facebook de supostamente ter interesse em desviar parte da verba prevista para melhorias na Arena. Expressões como vai começar o desvio e pura roubalheira foram utilizadas. A ex-secretária de Cultura e Esporte do município, que na próxima semana assume a presidência da Fesporte, anunciou também que irá processar as duas pessoas, tanto criminalmente quanto por danos morais. O caso começou quando Natália Petry postou em sua página uma notícia da Câmara de Vereadores sobre um anúncio feito por ela que a administração já tem garantido R$ 2,5 milhões para investir em melhorias na Arena. A fala de Natália foi uma resposta ao ex-prefeito Moacir Bertoldi (PR), que em entrevista à Revista Nossa disse que o centro esportivo está abandonado. “A internet não é terra de ninguém. Tem gente que se acha poderoso atrás do teclado. Eu não vou permitir que levianamente ataquem minha honra. Está na moda falar mal de político, mas eu não vou aceitar ser colocada na vala comum”, disse a parlamentar. -

Leia mais:

https://ocponline.com.br/fesporte-presidentenataliapetry-jaraguadosuk/