Um a cada sete eleitores de Jaraguá do Sul se absteve de votar no 1º turno das Eleições de 2022, segundo números do TSE - e este número é ainda maior no estado: 18,46% dos catarinenses deixaram de ir às urnas.

No Brasil, o número bateu recorde e passou os 20% de abstenção. Este cenário não deveria se repetir no 2º turno, e para evitar este cenário de exodo eleitoral, a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs), em conjunto com a CDL e a OAB de Jaraguá do Sul, iniciaram uma mobilização nesta última semana com o objetivo de conscientizar os eleitores para reduzir o índice de abstenção.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ACIJS (@acijs)

Para as entidades, o voto é a principal forma de manifestação da vontade do eleitor e, portanto, condição única para que exerça o direito constitucional de contribuir para a construção de um estado e País apoiados no desenvolvimento com sustentabilidade econômica e social.