Antes pessoas com ideias estranhas, estúpidas ou bizarras – sim, elas sempre existiram – estavam isoladas em seus mundos estranhos, estúpidos ou bizarros, ainda que entre nós, sem levantar suspeitas. Tinham algum pudor de fazer seus comentários estranhos, estúpidos ou bizarros em público.

Mas, com a grande rede, as pessoas se sentiram mais à vontade de falar, protegidas por suas telas, longe dos olhares recriminadores diretos. Assim, pessoas com ideias estranhas, estúpidas e bizarras começaram a perceber que havia outras pessoas que compactuavam estranha, estúpida ou bizarramente com seus pensamentos. Deu match!

Dê o play para ouvir!