O empresário, advogado e economista Altamiro Philippi morreu na quinta-feira (8), ao 83 anos em Florianópolis. Dinâmico e atuante, ele integrou entidades como Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis (CDL) e a Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF).

Por meio de nota, a família lamentou a perda do empresário. “Foi um empresário visionário que deixou uma marca indelével na cultura empresarial catarinense. Ajudou muito na formação de jovens em desenvolvimento nas suas empresas, o que sempre teve muito orgulho”.

Também em nota, a CDL lamentou a morte do seu presidente de 1985 a 1986.

“O associativismo sempre foi uma bandeira que Altamiro defendia. Ele acreditava que a união de forças era o caminho para o progresso coletivo. Sua atuação incansável na CDL Florianópolis não apenas elevou o patamar dos negócios locais, mas também consolidou a ideia de que juntos somos mais fortes. Altamiro não era apenas um empresário, advogado e economista bem-sucedido; ele personificava a essência do empreendedorismo, sendo uma fonte inesgotável de inspiração para aqueles que o cercavam”, diz a nota.

A CDL informou na nota que o velório do empresário será nesta sexta-feira (9), das 14h às 17h, no cemitério Parque Jardim da Paz.