Em tempos de isolamento forçado pelo avanço do novo coronavírus, todos os profissionais e segmentos têm sido forçados a se reinventar, buscando na tecnologia as soluções necessárias. No caso da medicina, setor no qual o atendimento aos pacientes não pode parar, as consultas com especialistas de diferentes áreas estão acontecendo de maneira diferente.

Nos próximos dias, por causa das normas estabelecidas pelo Governo de Santa Catarina para evitar a circulação massiva de pessoas, os urologistas Raphael Lahr e Lucas Galdino, por exemplo, decidiram utilizar a telemedicina. Com apoio de aplicativos, como Whatsapp, eles estão mantendo o atendimento aos pacientes de Jaraguá do Sul e região que precisam de acompanhamento médico, porém, também seguindo as recomendações de máximo isolamento.

Conforme Galdino, a ideia busca garantir assistência à população e, paralelamente, evitar que pacientes circulem pela cidade. “Ao invés de ir ao consultório, eles ficam em casa, mas com atendimento garantido”, explica.

Além disso, os médicos adequaram a rotina para realizar alguns procedimentos de urgência na própria clínica. A medida tem como objetivo desocupar os hospitais e também reduzir a circulação de pacientes nestes ambientes. O atendimento é direcionado a homens, mulheres e adolescentes com mais de dez anos de idade.

As vantagens da telemedicina

A telemedicina tem se tornado um marco para a história da profissão. Esta possibilidade de garantir atendimento médico a distância é um grande avanço na dinamicidade e o acesso ainda mais facilitado das pessoas à informação.

O contato extremamente direto e ágil entre o médico e o paciente, através da telemedicina, pode fazer toda a diferença na vida do paciente, afinal a obtenção de um diagnóstico precoce pode ser a chave para o sucesso de um tratamento de saúde que venha a ser necessário.

Há ainda o benefício de transcender as fronteiras geográficas, oferecendo serviços médicos de qualidade a pessoas que vivem em locais muito afastados e com pouco aporte de saúde, ou mesmo com escassez ou inexistência de profissionais capacitados para atender certas especialidades.

Sobre os especialistas

O Dr. Lucas Sfier Galdino (CRM SC 24257 / RQE 14678) experiência em endourologia, laparoscopia, transplante renal e ultrassonografia em urologia com biópsia. O Dr. Raphael Lahr (CRM SC 15336 / RQE 12374) tem formação voltada para os mais modernos equipamentos utilizados em Urologia, com capacitação para a realização de cirurgias endourológicas. Eles atendem no UroCentro em Jaraguá do Sul.