As obstruções do aparelho urinário podem ocorrer nos rins, ureteres e uretra. São diversas as causas das obstruções urinárias, sendo que todas elas levam a um desconforto terrível aos pacientes. As mais conhecidas são as cólicas renais, a causa mais comum de procura urológica nos prontos socorros.

De acordo com o urologista Dr. Raphael Lahr, a cólica renal ocorre em virtude da obstrução urinária no ureter, devido a um cálculo que o atinge. Os rins estão produzindo urina normalmente E por causa da impossibilidade de escoamento, há dilatação do sistema coletor renal, levando ao quadro doloroso.

"Isso leva a dores lombares com pontadas, associado a náuseas e vômitos. É comum termos que desobstruir por meio de procedimentos cirúrgicos (ou o implante do cateter duplo J ou na tentativa de resolver o cálculo ureteral com a ureterorrenolitotripsia)", explica o especialista.

Além disso, o quadro de estenose de junção ureteropiélica (estenose de JUP) e tumores que comprimem os ureteres podem levar a obstrução urinária.

O Dr. Lucas Galdino pontua que as obstruções da bexiga urinária ocorrem na maioria das vezes em decorrência do crescimento benigno da próstata nos homens (HPB). O que acontece é que com o crescimento prostático, há um estreitamento da uretra prostática e, com isso, uma dificuldade da bexiga esvaziar completamente seu conteúdo.

Com o passar do tempo a bexiga muda sua conformação, aumentando em espessura e ficando mais musculosa para vencer essa pressão aumentada gerada pela próstata.

"Pode chegar a um ponto de obstrução que a bexiga fica flácida e não consegue expulsar a urina, levando ao quadro de retenção urinária. A dor é muito intensa e obriga o paciente a ir ao pronto socorro onde é feita a passagem de uma sonda vesical de demora."

Outras causas de obstrução da bexiga urinária são:

  • Infecções urinárias;
  • Prostatite ( infecção da próstata);
  • Sangramentos vesicais ( causados por tumores de bexiga, uso de anticoagulantes)
  • Estenoses de uretra.

Já nas mulheres, uma possível causa de obstrução urinária é devido a cirurgia para correção de incontinência urinária, em que a tela usada no procedimento pode ficar muito apertada, dificultando a eliminação da urina.

Além disso, pode haver uma flacidez da bexiga com o envelhecimento e a paciente não consegue urinar adequadamente, levando ao aumento do resíduo pós miccional favorecendo as infecções urinárias de repetição.

Os urologistas ressaltam que em todos os casos o objetivo é drenar a urina represada, seja nos rins, ureteres ou bexiga.

"Uma condição rotineira de nossa especialidade, é o uso de sonda vesical de demora ou mesmo a cistostomia (drenagem vesical por meio de uma sonda abdominal que chega na bexiga) em pacientes que não são capazes de eliminar a urina espontaneamente. Procure seu urologista para mais informações", finalizam.

Sobre o Uro Centro Jaraguá

O Dr. Lucas Sfier Galdino tem experiência em endourologia, laparoscopia, transplante renal, ultrassonografia do aparelho genito-urinário e biopsia de próstata guiada por ecografia. O Dr. Raphael Lahr possui especialização em cirurgias endourológicas e laparoscópicas.

Eles atendem no Uro Centro em Jaraguá do Sul, espaço especializado em cirurgia urológica minimamente invasiva. A equipe atende em todas as áreas da urologia abrangendo homens, mulheres e crianças, principalmente, em alterações genito-urinário. A clínica funciona no Centro de Jaraguá do Sul. Para outras informações, basta entrar em contato pelos telefones (47) 3084-0003 e (47) 99950-1531 ou acessar a fanpage Uro Centro Jaraguá.