Coletiva de imprensa marcou lançamento do portal | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Coletiva de imprensa marcou lançamento do portal | Foto Eduardo Montecino/OCP News

A Prefeitura de Jaraguá do Sul lançou nesta sexta-feira (10) o GeoPortal, um novo sistema de consulta online voltado a profissionais e munícipes que procuram informações cartográficas, imobiliárias e de zoneamento de imóveis e vias do município.

A nova ferramenta reúne e disponibiliza para consulta pública diversas informações cartográficas e de banco de dados da Prefeitura, com a intenção de facilitar o acesso de profissionais e da população a essas informações, tornando o processo mais ágil e menos dependente de consultas presenciais ou por telefone aos servidores públicos.

“O setor de Cadastro recebe consulta diária de profissionais de engenharia, arquitetura, topografia, corretores de imóveis, escritórios de contabilidade e demais pessoas que vêm buscar informações sobre imóveis”, relata o secretário de Planejamento e Urbanismo Eduardo Bertoldi.

A procura é por informações como o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), cadastro de um imóvel, matrículas imobiliárias, entre outros dados necessários para o trabalho desses profissionais.

Ferramenta vai permitir consultar loteamentos, metragem de imóveis entre outras informações | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para atender essa demanda, a Secretaria pensava inicialmente em comprar um sistema que criasse essa plataforma de informações para divulgar os dados pela internet. No entanto, Bertoldi conta que ao mesmo tempo um funcionário interno da Prefeitura começou a desenvolver o programa sozinho, em seus horários de folga.

A ideia foi aprovada pelo secretário e tocada por equipe própria da Prefeitura, reunindo servidores dos setores de Cadastro Técnico, Geoprocessamento e Tecnologia da Informação. O desenvolvimento do sistema começou em novembro do ano passado e levou cerca de seis meses para ser finalizado.

A elaboração do sistema próprio não gerou custos à Prefeitura, conta o secretário, e além disso permitiu a economia de cerca de R$ 200 mil, valor orçado pela pasta para a compra de um sistema semelhante. Por meio do sistema é possível saber dados de todos os mais de 63 mil imóveis cadastrado na área urbana.

Já disponível para acesso, o GeoPortal permite também consultas pela população, por exemplo, como ferramenta para auxiliar na hora de decidir pela compra ou aluguel de um imóvel. O portal permite consultar áreas que foram atingidas por enchentes ou alagamentos, a metragem do imóvel, o valor do IPTU, quem é o proprietário, áreas de risco entre outros dados.

O secretário diz que o portal continuará em desenvolvimento, pois o objetivo é criar outras funcionalidades no futuro como a automatização de emissão de documentos e relatórios; implantar o acesso online para consulta de viabilidade para construção; implantação de um Sistema de Geoprocessamento Corporativo e desenvolver aplicativo em ambiente mobile.

Destaque: Áreas atingidas por alagamentos e enchentes e imóveis em área de risco são algumas das informações disponíveis.

Acesso

Para acessar o portal, o usuário pode acessar o site da prefeitura, www.jaraguadosul.sc.gov.br e clicar no banner do GeoPortal. É preciso fazer um cadastro ou acessar com seu usuário já existente.

As formas de consulta, por exemplo, para pesquisa de imóveis ocorrerão por cadastro de IPTU, por matrícula imobiliária, por rua e número, por condomínio e por loteamento. Outras formas de consultas são através de dados cadastrais, pesquisa de ruas e camadas de informações.

 

Por meio do site, o usuário poderá consultar informações como:

  • Número do cadastro do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano);
  • Matrícula imobiliária;
  • Endereço ou localização geográfica;
  • Delimitação de lotes, condomínios;
  • Loteamentos, parcelamentos em aprovação e irregulares;
  • Área construída total e territorial, testada principal e total;
  • Localização e gabaritos de logradouros;
  • Dados de zoneamento urbano e escolar;
  • Evolução do perímetro urbano;
  • Mapa de enchentes;
  • Curvas de nível;
  • Mapas de riscos da Defesa Civil;
  • Imagens aéreas e de satélites;
  • Google Maps e openstreet Map

Quer receber as notícias no WhatsApp?