Como escolher o melhor apartamento para você!
Como escolher o melhor apartamento para você!

Escolher o melhor apartamento em uma cidade gigantesca como São Paulo é uma tarefa tão divertida quanto trabalhosa. Existem imóveis de todos os tamanhos, idades e estilos e a quantidade de ofertas e variedades pode deixar qualquer um confuso. Este guia tem como objetivo trazer luz para algumas perguntas que precisam ser feitas antes de encontrar um imóvel com a sua cara e de acordo com as suas necessidades.

  1. Em que momento da vida você se encontra?

Essa pergunta geralmente é simples de responder mas vem acompanhada de muitas outras.

Se esse é o seu primeiro apartamento e procura morar sozinho, o ideal é buscar um espaço menor como um studio ou apartamento de um dormitório. Mais fáceis de administrar, esses imóveis são ideais para quem está começando uma vida e possuem uma vida corrida de trabalho e estudo. Além disso, solteiros normalmente possuem menos coisas e adaptam-se melhor a espaços menores.

Caso a intenção seja morar com outra pessoa, a recomendação é a de um imóvel com dois quartos. Esses apartamentos maiores são perfeitos para receber visitas, frequentes na vida a dois. E o quarto a mais pode ser utilizado como escritório da dupla caso exista a possibilidade de fazer home office ou quem sabe até mesmo aumentar a família futuramente!

Agora se vocês já são um casal e já tem um filho, invista em um apartamento de dois ou mais quartos e com áreas comuns grandes. Os cômodos maiores são apropriados para crianças pois são mais seguros em termos de acidentes que ambientes apertados. Além disso você ainda tem a possibilidade de projetar seu escritório no terceiro quarto, caso trabalhar em casa seja uma opção para ficar mais perto da criança.

  1. Descubra como funciona a região do imóvel

Aqui vale gastar bastante tempo para visitar o bairro em diferentes ocasiões. Durante a semana pela manhã e no fim da tarde para entender o trânsito; durante a semana, à noite e começo da madrugada para entender um pouco mais sobre a segurança; aos fins de semana para notar se é um lugar tranquilo ou barulhento, etc. Converse com a vizinhança, observe o acesso aos serviços essenciais como supermercados, farmácias e padarias e também às opções gastronômicas da região. O importante é, antes de investir em um novo apartamento, saber tudo sobre a região onde ele se encontra.

  1. Valorização da região

Outro ponto que vale a sua atenção é descobrir o histórico de preços da região. Certos investimentos em infraestrutura e transporte tendem a aumentar o valor dos imóveis de uma região. Logo, o apartamento que você busca comprar pode valorizar nos próximos anos. Da mesma forma, alguns cenários como falta de segurança ou má localização levam a região à sua desvalorização. Fique esperto com esses indicadores para fazer um bom investimento a médio e a longo prazo!

  1. Características do condomínio

Leve em consideração tudo que um condomínio pode oferecer antes de comprar um apartamento no prédio. Alguns perfis de compradores não ligam para nada disso, mas famílias com filhos veem em playgrounds, quadras poliesportivas, brinquedotecas, monitoramento e vigilância como grandes diferenciais. Da mesma forma, pessoas com a vida mais corrida entendem o valor de ter à disposição academia, lavanderia, concierge e serviço de arrumação. Tudo vai depender das suas necessidades no dia a dia.

Esse é um tema que deve ser refletido com muita atenção pois levanta diversas questões, sejam elas financeiras, práticas ou até mesmo emocionais. O ideal é juntar-se com a sua família e ter essa conversa com tranquilidade!