O último relatório divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive) mostra que novamente há uma preocupação grande em relação à dengue no litoral Norte de Santa Catarina. No total, 87% dos casos estão concentrados na região. As seis primeiras colocadas na lista das cidades com mais casos são Itapema, Camboriú, Porto Belo, Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes.

Destes, três municípios estão em situação de epidemia: Itapema, com 666 casos, Camboriú, com 359, e Porto Belo, com 85. A Vigilância Epidemiológica utiliza os parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS), que considera que há epidemia quando o número de registros ultrapassa a marca de 300 para cada 100 mil habitantes.

O órgão aponta preocupação ainda maior com a chegada da primavera e o aumento das temperaturas no estado, sobretudo nas áreas litorâneas, quando a tendência é que o mosquito da dengue se prolifere com mais facilidade.

Desde o início do ano, já foram registrados em Santa Catarina 1.730 casos de dengue. Em 2018, foram contabilizados 55 neste mesmo período. Atualmente, 94 municípios são considerados infestados pelo vetor, com mais de 22 mil focos existentes.

Quer receber as notícias no WhatsApp?