Foto Divulgação A Polícia Militar de Jaraguá do Sul identificou como Paulo Frederico Horongoso a vítima do terceiro homicídio registrado em Jaraguá do Sul em 2017. Horongoso foi encontrado com três tiros pelo corpo, caído junto à ciclovia na rua Carlos Blank, no bairro Vila Lalau, na madrugada desta quarta-feira (28). O crime aconteceu por volta das 4h50, nas proximidades do trilho da ferrovia. A vítima estava indo para o trabalho de bicicleta. Após ser atingido na cabeça, no tórax e no braço, o homem de 34 anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo de Paulo foi recolhido pelo IGP (Instituto Geral de Perícias). Com ele, segundo a PM, foram encontrados 1,5 grama de cocaína e 4,3 gramas de maconha. Segundo a Polícia Militar, Horongoso já havia sido vítima de tentativa de homicídio há exatamente quatro meses, em ocorrência registrada no dia 28 de fevereiro. Na ocasião, ele foi assaltado e baleado quando voltava do trabalho. O ataque, registrado na ocasião como assalto, ocorreu na rua Ney Franco, no bairro Baependi, perto da ponte pênsil. Após o assalto, o bandido fez disparos contra a vítima. Paulo foi socorrido pelos bombeiros voluntários e levado para o Hospital São José.   https://www.youtube.com/watch?v=PhU1hLrH5fQ&feature=youtu.be SAIBA MAIS: Homem é atingido por tiro após assalto em Jaraguá do Sul  – Homem é morto a tiros em Jaraguá do Sul De acordo com o major Aires Volnei Pilonetto, responsável pela Comunicação Social do 14º Batalhão de Polícia Militar, a investigação dos fatos ocorridos cabe à Polícia Civil. “A PM apenas faz o monitoramento e a prospecção de informações a respeito das ocorrências. O que podemos dizer para a população é que trabalhamos bastante para dar segurança a Jaraguá do Sul e a região dos cinco municípios”, explica o oficial da PM. Os casos registrados em 2017 em Jaraguá do Sul 9 de janeiro: Rixa entre vizinhos no João Pessoa A primeira vítima de homicídio em Jaraguá do Sul em 2017 foi Gilberto Pasch, 47 anos. O crime aconteceu na rua Manoel Francisco da Costa. A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência por volta da 0h28 da segunda-feira, 9 de janeiro. De acordo com a PM, após uma briga entre vizinhos, onde teria invadido a casa do desafeto de 30 anos, o homem foi morto a tiros. O autor do crime foi o dono da casa, de 59 anos, que não teve a identidade divulgada. 26 de março: Assassinato e suicídio na Tifa Martins RoseliRoseli Aparecida dos Santos Machado, 39 anos, duas filhas, foi morta na noite do domingo, 26 de março, às 21h24. O crime aconteceu na casa dela, na rua Das Palmeiras, no bairro Tifa Martins. Roseli foi morta pelo ex-marido, Severino Machado, a golpes de faca – pelo menos sete – na região do tórax. O corpo foi encontrado pela filha pequena. Depois do crime, Severino se escondeu em um matagal na região onde, segundo a polícia, seu corpo foi encontrado na manhã do dia seguinte. Ele teria se enforcado. LEIA MAIS: - Jaraguá do Sul volta a registrar uma das menores taxas de homicídios em ranking estadual - Título de cidade mais pacífica para Jaraguá do Sul provoca grande repercussão