*Atualizada às 18h30 desta sexta-feira

A Unidade Básica de Saúde São Marcos, na zona Oeste de Joinville, foi fechada nesta semana a pedido da vigilância sanitária. O pedido de interdição foi feito por representantes do Sinsej (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região) depois que uma empresa de dedetização, contratada pela Prefeitura de Joinville, passou veneno na unidade.

O problema, conforme o sindicato, foi o fato de o serviço ter sido feito durante o funcionamento do posto de saúde, com servidores e usuários. Tudo aconteceu na tarde da última terça-feira (14). “No dia seguinte os funcionários precisaram limpar o excesso de produtos químicos espalhados pelo local para poder começar o atendimento à comunidade. Devido à exposição aos produtos, os servidores passaram mal”, diz o sindicato por meio de nota.

A vigilância sanitária foi acionada e o posto foi fechado. A liberação será feita na próxima semana.

Contraponto

Prefeitura de Joinville informou que a Unidade Básica da Família São Marcos estará fechadaaté que o ambiente esteja propício ao retorno dos serviços dos servidores e atendimento aos usuários. Nesta semana, a unidade passou por dedetização e, devido o excesso de produtos usados, foi fechada preventivamente por decisão da própria Secretaria da Saúde.

A previsão era retornar os trabalhos nesta sexta-feira (17), mas depois de mais uma avaliação feita pela empresa que realizou a dedetização e técnicos da Secretaria da Saúde, foi decidido manter fechado até que seja finalizada a higienização total dos produtos usados na dedetização. Devido à situação, os usuários tiveram os atendimentos reagendados.

A unidade também não vai abrir no sábado (18) para o atendimento do dia D de vacinação contra a poliomielite e o sarampo. Os trabalhos na UBSF São Marcos retornam normalmente na segunda-feira, dia 20.

Quer receber as notícias no WhatsApp?