A queda de um meteoro "bola de fogo", ou fireball, foi registrada em duas estações de monitoramento em Santa Catarina. O fenômeno recebe este nome por causa da intensidade do brilho que apresenta.

O fato ocorreu na noite de segunda-feira (25) e foi registrado por observadores em Florianópolis e em Monte Castelo, no Norte do estado.

O astrônomo amador e integrante da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon), Jocimar Justino, viu o meteoro em Monte Castelo às 23h52. Justino gerencia a estação de monitoramento na cidade.

Acredita-se que a bola de fogo tenha entrado na atmosfera a uma velocidade de cerca de 80 mil km/h, estimativa que pode ser corrigida após triangulação mais precisa.

Veja:

Conforme análise preliminar, a passagem da bola de fogo durou em média 5 segundos e há grandes chances de ter ocorrido próximo à região de Caçador, no Oeste catarinense.

"Aqui na minha estação [o meteoro] foi identificado como um exemplar da chuva de meteoros 'Southern Gamma Virginids'. Mas ainda é um palpite. Estou aguardando os dados de outras estações para verificar se vai ser possível fazer uma triangulação para obter dados mais precisos", informou Justino, em reportagem do G1.

Segundo Justino, o alerta foi dado, inicialmente, pelos observadores de Canitar (SP). E depois a mesma bola de fogo foi registrada na estação de Florianópolis.

O que são meteoros?

"Muitas pessoas confundem. O meteoro pode ser causado pela entrada de qualquer objeto sólido na atmosfera terrestre. Geralmente são causados por meteoroides, que são rochas de até um metro. Se passar de um metro, passam a ser chamados de asteroides. Já os meteoritos são as rochas que eventualmente sobrevivem ao calor gerado na entrada atmosférica e acabam chegando ao solo", explica o astrônomo amador

Com informações de G1 SC.