O jovem Rodrigo Fernandes, de 21 anos, utilizou nesta segunda-feira (23) suas redes sociais para pedir auxílio para conseguir retornar ao Brasil. Natural de Blumenau, ele morava com os pais em Pomerode e, neste momento, está retido na Europa, para onde viajou no início deste mês, com o sonho de viver no Velho Continente.

Entretanto, o que era para ser uma boa lembrança, acabou se tornando um verdadeiro pesadelo. O catarinense trabalhava como entregador em Dublin, na Irlanda, mas, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, acabou ficando desempregado. Por conta disso, decidiu retornar para Pomerode.

Foto: Divulgação

Ele viajou para Lisboa, em Portugal, onde embarcaria em um avião de volta para o Brasil na última segunda-feira (16). Porém, a companhia aérea cancelou o voo e havia remarcado o retorno para esta quarta-feira (25). Por isso, Rodrigo precisou utilizar o restante de suas economias para se hospedar em um hotel.

Contudo, nesta segunda-feira (23), o jovem recebeu a informação de que o voo foi novamente cancelado. Sem dinheiro para se manter hospedado, o blumenauense reclama da falta de suporte da companhia aérea, que não atende suas ligações nem responde suas mensagens.

Rodrigo entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores, que afirmou que não tem como auxiliar. O órgão argumentou que não possui orçamento para custear este tipo de despesa e sugeriu que ele pedisse ajuda financeira à família e aos amigos. Diante da situação, a Prefeitura de Pomerode foi contatada e estuda alternativas para ampará-lo. Confira o relato!

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul