Um filhote de furão foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul e recolhido pela Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente).

O animal foi encontrado por um morador no bairro Czerniewicz, no sábado (5).

De acordo com o biólogo Christian Raboch, um gato pegou o mamífero da espécie Galictis cuja na beira do rio e levou até o dono.

Foto: Christian Raboch/Arquivo Pessoal

Sem saber de qual animal se tratava, o homem entregou o bicho na sede da corporação.

A Fujama recolheu o filhote e encaminhou para os cuidados veterinários.

Christian lembra que, ao contrário dos animais usados como pets, os furões brasileiros são animais nativos e protegidos por lei.

Esse bicho não pode ser criado como animal de estimação.

“Ele foi encaminhado para o médico veterinário e tem poucos dias de vida. O filhote estava bastante gelado e a primeira coisa que a gente fez foi aquecer o animal. Ele é alimentado a cada duas horas e a gente precisa estimular para defecar e urinar”, comenta.

O veterinário explica que a estimulação é feita com um lenço úmido.

A intenção é imitar as lambidas que a mãe dá no filhote.

O furão tem poucos dias de vida e a chance de sobrevivência é pequena.

Porém, Christian acredita que o bicho está reagindo bem, pois está mamando, urinando e defecando.