Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) gravou um vídeo e compartilhou nas redes sociais da entidade para mostrar a situação devastadora das plantações na Capital Catarinense da Banana afetadas pelo chamado ciclone bomba na terça-feira (30).

Cerca de 50% das plantações foram devastadas pelo vento e em algumas propriedades chegaram registrar 90% de perdas. Segundo a diretora executiva do Asbanco Eliane Müller, na área central do município os estragos ocasionados pela passagem do ciclone foram visíveis, mas o cenário da bananicultura é simplesmente desesperador.

"Por onde o vento passou deixou estragos, varreu plantações, danificou casas e galpões, veículos e implementos, derrubou árvores e postes, rompeu fios da rede de energia. Todos os bairros foram afetados e os produtores relatam terem perdido milhares de plantas e em alguns casos até 90% das lavouras. Algo nunca visto em nossa região", relatou Eliane na postagem do vídeo.

Desde a ocorrência do fenômeno climático, Eliane cometa que a Asbanco uniu esforços com outros 11 municípios da região Norte, produtores de banana e outras culturas para pedir atenção e auxílio dos governos para o setor neste momento.

Na postagem do vídeo da Asbanco, destaca-se que em meio a este desastre natural, nenhuma vida se perdeu, e este é "o principal motivo para pedir aos agricultores que levantem a cabeça e sigam em frente", finaliza.

Confira o vídeo:

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul