Foto Édio Hélio Ramos/CMF
Foto Édio Hélio Ramos/CMF

A Câmara de Vereadores aprovou na tarde desta segunda-feira (01) o projeto para mudar a categorização da Unidade de Conservação da Lagoa do Peri de Parque Natural para Monumento Natural (Mona), um projeto de lei do Executivo construído em conjunto pela Floram e sociedade civil, incluindo a UFSC.

A criação da Unidade de Conservação Monumento Natural Municipal da Lagoa do Peri depende agora apenas da segunda votação do projeto, prevista para a próxima segunda-feira.

O presidente, vereador Roberto Katumi (PSD) explicou que o tema merece toda a atenção da Câmara de Vereadores: “Queria poder ver hoje o rosto do seu Getúlio, que morreu sem poder fazer a reforma do seu telhado”, disse Katumi, esclarecendo que com a medida agora as pessoas que residem no local terão segurança sobre a propriedade das suas casas e também a possibilidade de realizar a manutenção e reformas de suas residências. “Esse será o Plano Diretor da Lagoa do Peri e do Sertão do Ribeirão”.

A alteração para Monumento Natural foi uma forma consensual encontrada para ampliar a preservação nas áreas protegidas, mas ao mesmo tempo manter a possibilidade de propriedade privada para as residências já estabelecidas há décadas no local.

O vereador Marquito (PSOL), afirmou que a aprovação desse projeto é um compromisso com o futuro. “Florianópolis precisa desse projeto, lá existe o último resquício de mata primária, além de ser uma comunidade rural que não usa agrotóxico, a Mona da Lagoa do Peri só trará benefícios”, disse o parlamentar.

Histórico da Lagoa do Peri

  • A Lagoa do Peri foi tombada como Patrimônio Natural em junho de 1976.
  • O Parque Municipal da Lagoa do Peri, com cerca de 23 km², foi criado no período de 1981 a 1982. Está preservada como Patrimônio Natural pelo Decreto Municipal nº 1828.
  • Em 1997 foi iniciada a construção da sede do parque com bar, lanchonete, estacionamento para centenas de carros, churrasqueiras, parque infantil com escorregadores, gangorras, balanços e outros brinquedos infantis.
  • O Parque é administrado pela FLORAM - Fundação Municipal do Meio Ambiente que mantém os salva-vidas, a limpeza, a conservação e a vigilância.
  • Além dessa área de lazer no entorno da Lagoa do Peri, há também áreas de Reserva Biológica. O ponto é um dos atrativos de turismo ecológico da Ilha de Santa Catarina.
  • No entorno da Lagoa do Peri existem várias trilhas em meio à mata, com diversos níveis de dificuldade, para caminhadas ecológicas.
  • A Lagoa do Peri é também um manancial que abastece de água praticamente todos os bairros do Sul e do Leste da Ilha.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?