Um texto que circula pelo WhatsApp alerta para o perigo de deslizamentos e enchentes na região do Vale do Itajaí. Segundo o texto, a projeção passou de “alerta” para “emergência”. O texto alarmante é acompanhado de áudio feito após uma reunião dos “órgãos responsáveis” como Centro de Operação do Sistema de Alerta (Ceops) da Furb, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão de Santa Catarina (Epagri), Defesa Civil de SC e Corpo de Bombeiros Militar. No áudio, de acordo com o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, equipes estão operando a redução dos níveis dos reservatórios no Vale do Itajaí para diminuir o nível de água abaixo dos rios, melhorando a capacidade de resposta destes rios às chuvas que estão previstas para chegar neste domingo (4). A ideia é que os reservatórios fiquem em aproximadamente 60%. Outra ação planejada pela Defesa Civil é a retirada de famílias das áreas de risco de deslizamento, por exemplo. Outro áudio que circula na rede social é de uma previsão do meteorologista Ronaldo Coutinho para o programa comandado pelo locutor Sérgio Peron. Coutinho explica que haverá um grande volume de chuva no Estado a partir deste domingo. Ele comenta que as barragens estão cheias e há um grande risco de deslizamentos. O meteorologista explica que a chuva deve ser intensa até a próxima quarta-feira. Um aviso meteorológico do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) publicado pela Defesa Civil de Santa Catarina corrobora com a previsão de Coutinho. Entre as 3h deste domingo (4) e 23h59 desta segunda (5), deve haver um acumulado de 100 milímetros de chuva, especialmente no Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte, Vale do Itajaí, Litoral Sul e Litoral Norte. O avanço de uma frente fria no Sul do Brasil é a causa do clima instável. O tempo instável, segundo o Ciram, se estenderá até a sexta-feira (9). Os maiores acumulados estão previstos para a quinta e o início da sexta-feira devido a formação de uma nova frente fria no Sul do Brasil. O alerta deve ser levado em conta, já que em algumas regiões do Estado o nível dos rios ainda estará elevado e o solo encontra-se encharcado. No decorrer da sexta, o sol deve voltar a aparecer no Estado com a chegada de uma massa de ar frio.