Veleiro ECO, da UFSC, está ancorado e bem amarrado em marina em Jurerê | Foto UFSC/Divulgação

Veleiro ECO, da UFSC, está ancorado e bem amarrado em marina em Jurerê | Foto UFSC/Divulgação

O veleiro Eco foi retirado da praia de Jurerê por volta das 22h30min desta segunda-feira (22) e já está novamente atracado, e bem amarrado, em uma marina em Jurerê. A operação de retirada da embarcação foi possível com o aumento da maré.

Projetado, desenvolvido e construído por professores, estudantes e técnicos da Universidade de Santa Catarina, o veleiro ECO se desprendeu por conta do forte vento nordeste que incidiu sobre a Ilha de SC nesta segunda-feira e também por falha na amarração e ficou à deriva no mar de Jurerê.

Por sorte não atingiu nenhuma pessoas nem colidiu com outra embarcação. Por conta do vento e da maré, o veleiro seguiu até a praia onde ficou encalhado e adernado.

Desde a madrugada até a manhã desta terça-feira (23) o barco passou por vários testes que verificaram que não houve nenhum dano. Por precaução, o ECO vai permanecer no local por mais alguns dias para a realização de novas análises.

A equipe ECO confirma que todos os planos permanecem inalterados, com a realização de expedições costeiras nos próximos meses em parceria com o IMA, Instituto Meros do Brasil e Univille e previsão da primeira grande expedição para as ilhas oceânicas em fevereiro.

O ECO mostrou ser altamente resistente e estar pronto para as missões em alto mar. Na tarde desta terça-feira haverá navegação que será filmada para posterior divulgação científica.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?