O prefeito em exercício, Jair Franzner, acompanhou na manhã desta terça-feira (6), na Sala de Reunião do Gabinete, uma reunião sobre o projeto de requalificação da Praça Ângelo Piazera.

A Chefe de Gabinete da Prefeitura de Jaraguá do Sul Emanuela Wolff, a secretária de Cultura, Esporte e Lazer Natália Lúcia Petry, e a arquiteta Graziela Bortolini, da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo, apresentaram o projeto à presidente da CDL Talita Beber, o presidente do Centro Empresarial Luís Leigue e outros cinco representantes de empresários e lojistas e secretários diretamente envolvidas na revitalização do espaço.

Conforme Emanuela Wolff, o projeto está finalizado e a equipe técnica está trabalhando na elaboração do orçamento da obra. Segundo ela, a intenção é lançar o edital no fim do segundo semestre deste ano, para iniciar a obra ainda em 2021 ou no começo de 2022.

“A ideia está sendo discutida com as entidades de classe, para que não haja transtornos ao comércio e aos visitantes no período de fim de ano, em função da decoração da cidade e das vendas do comércio local”, comenta Manu.

A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Natália Lúcia Petry, destaca que este projeto prevê a readequação de uma antiga quadra de esportes, que se transformou numa pista de skate.

“No entanto, já estamos elaborando um projeto para construirmos uma estrutura adequada para o skate no Parque da Arena, para contemplar as pessoas que praticam este esporte”, acrescenta a secretária.

Em relação ao uso de uma das salas do prédio nos fundos do Museu, a secretária informa que a Associação Jaraguaense de Artistas Plásticos já havia desocupado o local e que, quando eles necessitarem, a Secel poderá disponibilizar outros espaço para utilização.

A obra deverá ser executada em duas etapas, sendo a primeira nos fundos do Museu Histórico Emílio da Silva.

Praça Ângelo Piazera

Instituída na região central da cidade, a partir da construção do edifício da antiga Prefeitura em 1941, hoje Museu Emílio da Silva, a Praça Ângelo Piazera está atualmente dividida em duas áreas, denominadas de Praça Histórica, em frente a fachada principal do Museu e, Praça Contemporânea, aos fundos do referido edifício.

A Praça Histórica é o jardim do Museu Emílio da Silva e a “sala de estar” da cidade. No centro da convergência dos caminhos, o busto de Emílio Carlos Jourdan é destaque e reforça, associado aos outros monumentos, a característica de contemplação da história, de observar e se interessar pelo passado da cidade, como uma extensão do acervo do museu.

Mudanças na Praça Histórica

Na Praça Histórica o objetivo é valorizar os monumentos e preservar a simetria do paisagismo original.

  • Acesso demarcado ao Marco Zero, restauração da Rosa dos Ventos e modernização dos totens de identificação dos símbolos nos pontos cardeais.
  • Acesso e paisagismo de destaque para a efígie de Ângelo Piazera sobre bloco de mármore.
  • Gazebo em substituição ao antigo chafariz.
  • Museu Emílio Carlos Jourdan com rampas e escada nova no acesso principal.
  • Os letreiros com os dizeres “Eu Amo Jaraguá do Sul” se tornam monumentos, reforçam a identidade entre moradores, turistas e o local. Incentivam a publicação de pontos turísticos do município e as pessoas a divulgarem fotos da cidade.
  • Nivelamento do acesso de veículos para garantir acessibilidade ao pedestre.
  • Vagas exclusivas para funcionários e de carga e descarga.
  • Totens de fornecimento de água e energia para ocupação eventual de foodtruck.
  • A proposta de requalificação utiliza um perfil contemporâneo para agregar diversas funções para diferentes grupos de pessoas, enfatizando a característica de ponto de encontro deste local.

Praça Contemporânea

A ideia é criar novos fluxos a partir dos pontos de interesse, com mobiliários que proporcionam um lanche na praça, uma partida de jogo, um bate papo ou somente um descanso na sombra.

  • Reforma do edifício existente para uso comercial e gastronômico, com inserção de mesas e bistrôs na área externa.
  • Área de convivência
  • O novo playground terá piso emborrachado para atenuar o impacto e brinquedos inovadores.
  • A pintura do muro representa a paisagem dos morros que se avistam da praça com agarras para escalada até meia altura.
  • Sombreamento artificial com elementos de cinco metros de altura para garantir conforto térmico e permeabilidade na circulação.
  • Mobiliários agrupados em diversas configurações para permitir o descanso e convívio entre pessoas.
  • Sombreiro metálico
  • Palco – Anfiteatro
  • Bancos em nível inferior em frente ao palco e pergolado com balanços para adultos que proporcionam formas distintas de usufruir a praça.
  • Diversas atividades
  • Inserção de equipamentos de calistenia para continuidade às práticas esportivas comuns na área central: como corridas, caminhadas e pedaladas.
  • Fontes interativas musicais e iluminadas em espaço protegido para diversão das crianças e para espetáculos com água
  • Acesso pela ciclovia - acesso à sala de equipamentos
  • Espaço Gastronômico - Circulação - Simulação da iluminação

Dados técnicos

  • Área total do terreno 6.738,70 m²
  • Área existente (Museu) 1.119,18 m²
  • Área a reformar (Antiga choperia) 552,63 m²
  • Área a construir 339,43 m²
  • Área de piso pavimentado 5.437,92 m²
  • Área playground 275 m²
  • Área canteiros 1.303,76 m²
  • Árvores existentes 2 palmeiras + 11 árvores
  • Árvores a retirar 3 árvores + 20 palmeiras
  • Árvores novas 15 árvores + 18 palmeiras
  • Supressão de 30 vagas internas de estacionamento;
  • Determinação de 09 vagas internas de uso exclusivo para uso do museu e do espaço gastronômico;
  • Vaga exclusiva para ônibus na via com foco na visitação do museu;
  • 06 vagas de automóvel recuperadas no lado esquerdo da via (quando alterado o alinhamento das vagas);
  • 05 novas vagas para moto no lado esquerdo da via (quando alterado o alinhamento das vagas).
  • 16 Bicicletários
  • 40 Bancos
  • 22 Lixeiras
  • 02 Bebedouros
  • 04 Mesas de lanche
  • 07 Mesas bistrô (04 banquetas para cada mesa)
  • Postes de iluminação LED 11
  • Totens de abastecimento de água e/ou energia para eventos, manutenção e iluminação natalina.
  • Geração de energia fotovoltaica na cobertura do espaço gastronômico.

Confira o projeto de revitalização da Praça:

 

*Com informações de assessoria de imprensa.