Em Criciúma a Campanha contra a Poliomielite e Multivacinação realiza mais uma ação neste sábado (24), e a Secretaria Municipal de Saúde alerta os pais sobre a importância da vacinação. O novo mutirão acontecerá das 9h às 16h, no Parque dos Imigrantes. Ao todo, 7.261 crianças já receberam a vacina contra a pólio, mas, ainda restam 3.190 se imunizarem.

 

“Hoje, conseguimos nos proteger de doenças como HPV, paralisia infantil (poliomielite), hepatite, sarampo, rubéola, covid-19, gripe (influenza), e dentre outras. A vacina é algo crucial, para que possa prevenir doenças infecciosas” reforça o secretário de Saúde de Criciúma, Arleu da Silveira.

 

Ele ainda aponta para os recém-nascidos, que precisam de atenção redobrada, já que o seu sistema imune é muito frágil.

 

“A Secretaria de Saúde oferece, gratuitamente, as vacinas para a população e, como no caso da poliomielite, vacinar é a melhor forma de evitar que essa e outras doenças voltem a circular”, completa.

 

O gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco, conta que, no caso da poliomielite a meta é vacinar 95% do público-alvo, de 11.001 crianças. Já a multivacinação, tem como meta atualizar o esquema vacinal das crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade.

 

“As vacinas são seguras, para que cheguem até nós, elas passam por uma série de fases até que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) possa liberar para a população”, finaliza.

 

Serviço:

Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite:

- Para crianças menores de 5 anos.

- 1 a 4 anos: todos devem receber a vacina oral, mesmo que já tenham recebido a gotinha.

- Menores de 1 ano: somente crianças com a vacina injetável em atraso (menores de 1 ano não fazem vacina oral).

Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente:

- Menores de 15 anos de idade que tenham vacinas de rotina em atraso.