Além da Covid-19 e todos os problemas ocasionados com a pandemia, muitos outros agentes de vírus e bactérias continuam a circular, por isso a vacinação de rotina está sendo mantida no município de Criciúma.

Vacinas como pentavalente (contra doenças de tétano, difteria e hepatite), VIP (contra paralisia infantil) e pneumocócica 10-Valente (contra pneumonia), são exemplos das doses que seguem com o abastecimento normal nas Unidades Básicas de Saúde (UBS's).

Atualmente, um dos documentos necessários para a realização de matrícula e rematrícula nas escolas é a declaração emitida pelo profissional vacinador da UBS, informando que a criança ou o adolescente está com a vacina em dia.

Devido a isso e a tranquilidade em saber que o vacinado está imune, a recomendação é de que os pais estejam em alerta para manter a caderneta de vacinação dos filhos atualizada. O horário para atendimento para imunização varia de acordo com o funcionamento das UBS's de cada bairro.

A técnica em enfermagem e responsável pelo setor de imunização da prefeitura, Kelli Barp Zanette, ressalta que as salas de vacinação são de uso exclusivo nas unidades.

"Nessa sala não entra médico para atender sintomáticas da Covid-19, pessoas para receber medicações, não é realizado preventivo ou curativo, nem orientações de qualquer tipo" enfatizou. "Os pais das crianças e adolescentes devem ficar tranquilos, pois é um local seguro sem circulação de outras pessoas", completou.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp