Você mora em Blumenau e precisa tomar a vacina contra a febre amarela, ou quer levar o seu pequeno para receber a vacina contra a gripe, mas só tem disponibilidade à noite? Então, não perca tempo, uma vez que os sete Ambulatórios Gerais da cidade devem continuar com vacinação em horário estendido, até as 20h30, somente mais esta quarta (17) e quinta-feira (18).

A ampliação do horário de atendimento nos AGs faz parte das ações de intensificação da imunização contra a febre amarela. Mas com a carteira de vacinação em mãos, é possível atualizar também todas as vacinas necessárias.

Febre amarela

Nos primeiros quatro meses de 2019, já foram vacinadas 53.943 pessoas contra a febre amarela, número superior ao registrado durante todo o ano passado (53.411).

A vacina é indicada em dose única, ou seja, apenas uma aplicação protege pela vida toda. Podem se vacinar pessoas de nove meses a 59 anos de idade. Acima de 60 anos é necessário apresentar prescrição médica.

Gripe

A Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza iniciou no último dia 10 em todo o país. Nesta semana, a prioridade é imunizar crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, puérperas e gestantes, que representam cerca de 25 mil pessoas em Blumenau. Mais de 2.300 doses foram aplicadas até o último sábado (13) na cidade.

A partir da próxima segunda-feira (22), a vacinação passa a ser disponibilizada também aos demais grupos prioritários, que são os idosos (acima de 60 anos); trabalhadores da saúde; os professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A previsão é que, a partir desta data, o horário normal de vacinação seja retomado nos AGs, das 8h às 18h. A campanha segue até o dia 31 de maio.

Consulte as informações sobre as 41 salas de vacina de Blumenau aqui.

*Com informações da assessoria de imprensa

Quer receber as notícias no WhatsApp?