A chuva torrencial que caiu no município de Urussanga no fim da tarde de quarta-feira deixou pontos de alagamentos, estradas com tráfego interrompido por causa de deslizamentos de terra, drenagens rompidas, queda de árvores, calçamento deslocado, que precisarão ser revitalizados, além de uma família, que teve a casa invadida pela água.

Na noite de ontem e durante todo o dia de hoje, a coordenação da Defesa Civil do município, junto da equipe da Secretaria de Obras e de Assistência Social realizam atendimentos, organizam a limpeza de vias e desobstruem estradas.

"Também disponibilizamos lonas e material que servem como proteção nas encostas e barrancos em alguns terrenos para evitar novos deslizamentos", explica Rafael Sales, coordenador da Defesa Civil.

Já a equipe de assistentes sociais do CRAS, Nei Martins e Liege Cardoso Denovaro, fizeram o atendimento ao casal Izabel Cristina e Lourival Francisco, do bairro Rio América, que tiveram a casa invadida pela água.

"Realizamos a visita, registramos as necessidades e já iniciamos os trabalhos para viabilizar o Benefício Eventual em Circunstância de Vulnerabilidade Temporária, ou seja, disponibilizaremos, por meio deste benefício, o aluguel social, por período previamente definido", explicou Nei Martins, assinalando que ainda à tarde retornaram ao bairro para verificar alguns imóveis para realocar a família.

Localidades

Os casos foram registrados nos bairros: Rio América, Rio Carvão, Belvedere, Serrinha e Linha Rio Maior. Na região central, mais precisamente no bairro Estação, onde sempre ocorriam alagamentos, a situação foi tranquila com boa vazão, avalia o coordenador da Defesa Civil.

Fotos: Divulgação

"No final de 2019, realizamos, com o apoio da Administração Municipal, um trabalho preventivo de limpeza e drenagem do rio que facilitou a abertura da vazão de água evitando o transbordamento do mesmo e, assim, evitando as cheias", enfatizou Sales.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp