UBSF Ulysses Guimarães evita filas com novo modelo de acesso

UBSF Ulysses Guimarães evita filas com novo modelo de acesso UBSF Ulysses Guimarães evita filas com novo modelo de acesso

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:11 - 14/02/2018

OCP News Jaraguá do Sul
Na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Ulysses Guimarães, em Joinville, praticamente não há usuários esperando na fila e nem senhas para marcação de consulta. Todas as pessoas que procuram a unidade são atendidas no mesmo dia. A situação tornou-se realidade com a implantação de um modelo de atendimento chamado “Acesso Avançado”, a partir de novembro de 2016, dois meses após a inauguração da unidade. Neste modelo, o agendamento é realizado diariamente, as consultas são marcadas para o mesmo dia e todos os profissionais das equipes de referências participam, de técnico administrativo, a agente comunitário de saúde, enfermeira e médico. A iniciativa nasceu da enfermeira Cheline Hentges de Meneses e dos médicos Eduardo Bianck de Menezes e Felipe Corrêa de Mendonça, a partir do trabalho “Modelo de Agendamento de Consultas Adotado na USBF Ulysses Guimarães”. A enfermeira Mariana Zorzetti Andrade Rodrigues e a médica Larissa Cristiane Vaz Gomes contribuíram com o  “Acesso Avançado e valorização da consulta de enfermagem: potencializando a resolutividade em Atenção Primária à Saúde”.

Modelo

Cada uma das três equipes de Saúde da Família da unidade recebe os usuários do seu território (setor do bairro) em horários diferenciados. No agendamento, os usuários são recebidos em grupo, pela equipe, no início da jornada, e o “motivo de consulta” é anotado pelo agente comunitário. Enfermeira e médica escutam individualmente cada um dos usuários, numa triagem rápida denominada “escuta qualificada”. As consultas são agendadas para o mesmo dia, com o profissional que detém o melhor potencial de resolver a queixa apresentada, o médico ou a enfermeira. Idosos, gestantes, crianças e urgências têm prioridade. Caso a oferta não seja suficiente, é solicitado ao usuário que retorne no dia seguinte. Neste retorno a necessidade deste paciente torna-se prioridade, assegurando o atendimento. “A consulta de enfermagem é fundamental para o funcionamento deste modelo de acesso, com valorização do papel clínico do enfermeiro e aumento de sua autonomia, disponibilizando maior oferta de atendimentos com resolutividade”, observa a enfermeira Mariana Zorzetti. “É uma experiência exitosa com mudanças de paradigmas no agendamento de consultas. Envolve todos os profissionais da equipe, com espaço para participação de usuários, promove corresponsabilidade e aumento da satisfação”, acrescenta a enfermeira Cheline de Meneses.

Avaliação

Um questionário disponibilizado aos usuários para avaliar o modelo comprovou a aprovação do formato. De 304 avaliações, 98,6% classificaram como bom ou ótimo o agendamento, com destaque para citações sobre a rapidez em conseguir consulta com a equipe de referência. Cheline de Meneses, que estava na Unidade na inauguração em outubro de 2016, conta que testou outros modelos, como a triagem individual pela enfermeira e a marcação de consulta pelo telefone (com o contato partindo da unidade). No final, prevaleceu o acesso avançado. As duas enfermeiras destacam que a adoção desse modelo só foi viável graças a participação dos médicos da unidade, que são Especialistas em Medicina da Família e Comunidade.

Vantagens

  • Agendas dos profissionais permanecem disponíveis, sendo que no início de cada manhã de acordo com as necessidades da população é possível organizar a agenda da melhor forma tanto para pacientes quanto para profissionais.
  • Não gera ansiedade ao usuário de chegar cada vez mais cedo com a expectativa de ser atendido primeiro.
  • É possível ao médico/enfermeiro ouvir brevemente todas as queixas de sua população, agendando diretamente o atendimento com o profissional correto (seja médico, enfermeiro ou outro).
  • É possível a toda a equipe conhecer melhor sua população, sabendo as queixas e procuras de cada paciente, bem como é possível ao paciente conhecer melhor sua equipe de referência.
  • Evita agendamentos futuros, ou seja, resolve o problema do dia no dia. com isto, evita-se o elevado absenteísmo, afinal, quanto mais distante for a data da consulta do agendamento, maior a probabilidade do paciente esquecer, de seu problema já ter sido resolvido ou até mesmo do problema se agravar e ele procurar em outro lugar.
  • Possibilita priorizar quem necessita ser atendido primeiro daqueles que não são urgentes.
  • Gera confiança na comunidade ao saber que não precisa agendar antecipadamente uma consulta para garantia de uma vaga, pois basta estarem diariamente na unidade no horário do início do atendimento de sua equipe.
  • Cria espaço de interação com os usuários, onde é possível passar recados, estimular a participação em grupos promoção à saúde e outros.
×