A partir desta sexta-feira, começam a valer as novas medidas de restrições para regiões avaliadas como gravíssimas na matriz de risco potencial à Covid-19, e a Carbonífera, assim como todo Sul catarinense, é uma delas.

Uma das mudanças é em relação à capacidade de passageiros no transporte coletivo, que deve comportar 50% de lotação. Ou seja, somente a metade do previsto no coletivo.

Porém muitos usuários reclamam da falta de fiscalização e da lotação acima da capacidade, que previa 60%, na classificação anterior, a grave.

Rigor

Em entrevista coletiva virtual na quarta-feira, representantes da Associação Criciumense de Transporte Urbano (ACTU) estiveram presentes e asseguraram ao prefeito Clésio Salvaro a fiscalização das medidas, como também a disponibilidade de álcool em gel na entrada dos veículos, higienização e marcação de bancos para manter o distanciamento (um assento sim e outro não) e a obrigatoriedade do uso de máscara.

 

 

 

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul